"Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei" (Salmo 91)

2 de novembro de 2014

Das Vantagens de Ser Bobo



O bobo, por não se ocupar com ambições, tem tempo para ver, ouvir e tocar o mundo. O bobo é capaz de ficar sentado quase sem se mexer por duas horas. Se perguntado por que não faz alguma coisa, responde: "Estou fazendo. Estou pensando."

Ser bobo às vezes oferece um mundo de saída porque os espertos só se lembram de sair por meio da esperteza, e o bobo tem originalidade, espontaneamente lhe vem a idéia.

O bobo tem oportunidade de ver coisas que os espertos não vêem. Os espertos estão sempre tão atentos às espertezas alheias que se descontraem diante dos bobos, e estes os vêem como simples pessoas humanas. O bobo ganha utilidade e sabedoria para viver. O bobo nunca parece ter tido vez. No entanto, muitas vezes, o bobo é um Dostoievski.

Há desvantagem, obviamente. Uma boba, por exemplo, confiou na palavra de um desconhecido para a compra de um ar refrigerado de segunda mão: ele disse que o aparelho era novo, praticamente sem uso porque se mudara para a Gávea onde é fresco. Vai a boba e compra o aparelho sem vê-lo sequer. Resultado: não funciona. Chamado um técnico, a opinião deste era de que o aparelho estava tão estragado que o conserto seria caríssimo: mais valia comprar outro. Mas, em contrapartida, a vantagem de ser bobo é ter boa-fé, não desconfiar, e portanto estar tranqüilo. Enquanto o esperto não dorme à noite com medo de ser ludibriado. O esperto vence com úlcera no estômago. O bobo não percebe que venceu.

Aviso: não confundir bobos com burros. Desvantagem: pode receber uma punhalada de quem menos espera. É uma das tristezas que o bobo não prevê. César terminou dizendo a célebre frase: "Até tu, Brutus?"

Bobo não reclama. Em compensação, como exclama!

Os bobos, com todas as suas palhaçadas, devem estar todos no céu. Se Cristo tivesse sido esperto não teria morrido na cruz.

O bobo é sempre tão simpático que há espertos que se fazem passar por bobos. Ser bobo é uma criatividade e, como toda criação, é difícil. Por isso é que os espertos não conseguem passar por bobos. Os espertos ganham dos outros. Em compensação os bobos ganham a vida. Bem-aventurados os bobos porque sabem sem que ninguém desconfie. Aliás não se importam que saibam que eles sabem.

Há lugares que facilitam mais as pessoas serem bobas (não confundir bobo com burro, com tolo, com fútil). Minas Gerais, por exemplo, facilita ser bobo. Ah, quantos perdem por não nascer em Minas!

Bobo é Chagall, que põe vaca no espaço, voando por cima das casas. É quase impossível evitar excesso de amor que o bobo provoca. É que só o bobo é capaz de excesso de amor. E só o amor faz o bobo.
Clarice Lispector

29 de outubro de 2014

Pagando promessa

Sou Católico e muita gente sabe disso, alguns católicos principalmente os mais antigos faziam promessas para receber curas físicas pagando com  a representação do órgão curado, indo deixar o objeto na igreja onde o santo seja padroeiro. Pois bem, meu avo uma vez sofreu um “ACIDENTE” e machucou um pé com um pedaço de pau, e fez a promessa pra São José de Ribamar e ficou curado encontra partida viria em Ribamar para deixar o pé curado pelo santo, e mesmo com os problemas de saúde que ele estava encontrando sempre lembrava dessa promessa, infelizmente ele não pode vir pagar a promessa, mas hoje Eu minha mãe e vó fomos lá paga-la, entregarmos o pé a São José, Não é bem uma obra de arte mas eu me orgulho muito de ter feito o pé e ter pago a promessa do meu avô

video

21 de outubro de 2014

Final de tarde

Hoje pra fechar meu dia, depois de tantas "tempestades" na minha cabeça e coração o sol voltou a brilhar, num lindo por do sol que fui ver na praia com meu Amigo Júnior, tava precisando desse escape, detalhe eu todo de farda do trabalho so levantei a calça tirei o calçado e "me joguei" na areia e na conversa.





20 de outubro de 2014

Não dá pra segurar as lagrimas


São mais de dois meses sem ele mas as lembranças ainda são muito forte, fomos a José de Ribamar, na missa a saudade bateu, e como ela bateu forte, na verdade ainda bate, só lembrar de como meu Avô era, das brincadeiras, dos conselhos, do melhor avô do mundo que eu tive a sorte de ter meus olhos já enchem de agua, vontade de mais uma vez poder te abraçar ou ouvir seu assovio despreocupado enquanto fazia a barba ou qualquer outro afazer, Poxa vovô tenho tanta saudade...

18 de outubro de 2014

Hoje é o Niver dela

Niver da "Beija flor" como eu avô a chamava, essa mulher pequena em estatura mas grande em força e em Coração, mesmo com o coração ferido com a perca do amor da sua vida

6 de outubro de 2014

Amigo-Irmão

Alguém sabe a diferença entre Irmão e Amigo?

Pois aqui o conceito das duas Palavras:


Irmão (do latím germanum) aquele que é filho do mesmo pai e da mesma mãe, ou só filho do mesmo pai ou só filho da mesma mãe, biológica ou adoptiva. Pode-se chamar de irmão também aquele que se tem laço forte de amizade, tendo o mesmo significado de amigo.

Amigo é o nome que se dá a um indivíduo que mantém um relacionamento de afeto, consideração e respeito por outra pessoa. O amigo é aquele que possui uma grande afeição por uma ou mais pessoas, que é leal, que protege e faz o possível para ajudar sempre.

Eu tenho a sorte de ter uma pessoa que cabe nos dois significados, é meu irmão quase Gêmeo de pais diferente (rsrsrs) e com a diferença de 10 dias de nascimento, e meu amigo numero 1, uma amizade que já vem literalmente do berço e que quero que dure quem sabe ate na outra vida se Deus permitir.


Sempre fomos um Trio pra tudo(Eu, tu e Ana Rita), dês da escola hás primeiras  festas, as confidencias dos primeiros namoros, preparação dos casamentos e ombro amigo nas separações. Só que o tempo e a vida parecem ser um pouco injustos e nos distanciaram um tanto, na verdade acho que algumas divergências de opiniões e modos de vida também influenciaram nisso... Mas quando nos encontramos é como se o tempo não tivesse passado.

Meio complicado pra mim seria hoje dizer o quanto mudamos e quanto amadurecemos nos últimos anos, coisa que não foi fácil pra nenhum dos 3 deixar alguns sonhos de lado porque a realidade é meio cruel ou ter que abrir mão de algo não por ser a melhor escolha mas por que era o certo aquele momento ai também vem os, estudo, trabalho, mudanças, relacionamentos, casamentos, filho... É como as coisas mudaram né. Mas agora somos adultos, Tios (do sobrinho mais lindo do mundo que a Ana nos deu)  mas nossa amizade sempre prevaleceu e sempre vai prevalecer acima de tudo.


E hoje você comemora 28 anos daqui a 10 dias será eu que comemorarei, e muita coisa passou e coloque MUITA COISA mesmo, mas sempre estive do seu lado, do meu jeito, mesmo que as vezes não muito presente mas sempre pode confiar e contar comigo, meu amigo, meu irmão, meu parceiro, que eu amo! Renan te desejo toda a felicidade do mundo, nem precisa eu falar ate por que você já sabe disso sempre pode contar comigo! Parabens!!!!






Este não me abandona!


5 de outubro de 2014

Sobre a Eleição

Cidadania1 é o exercício dos direitos e deveres civis, políticos e sociais. Os direitos e deveres de um cidadão devem andar sempre juntos, uma vez que ao cumprirmos nossas obrigações permitimos que o outro exerça também seus direitos.

E hoje foi o dia da eleição e vários indivíduos se sentem na obrigação de ir votar, acho que elas esquecem como esse voto foi “reconquistado” com muita luta, suor e sangue daquelas pessoas que lutaram contra a ditadura, e acham besteira ir votar ate porque “todos são ladrões” como eu ouvi muitas pessoas  falando na fila do voto. Ai que me pergunto se boa parte são ladrões porque continuar votando nesses, vivemos num pais onde podemos escolher os nosso governantes, mas se aparece alguém “honesto” a população mesmo o tacha de fraco ou que não vai dar conta e continua naquela mesma coisa de votar no corrupto e se satisfazendo psicologicamente com o pensamento “ele rouba mas faz” temos que procurar votar em pessoas honestas. E  outro pensamento que me deixa estarrecido vou voltar em Fulano: “por que minha  tia trabalha com ele”, “o Ciclano que eu conheço trabalha com ele”; Ou (pra mim o pior) Ele me prometeu emprego se ele ganhar” ACHO QUE UMA DEMOCRACIA DE VERDADE SO VAI FUNCIONAR QUANDO AS PESSOAS DEIXAREM DE OLHAR PRO SEU PROPRIO UMBIGO E OLHAREM PARA OS OUTROS E PENSER NUM SOCIAL.

Outra coisa sobre a politica as pessoas no período da copa fizeram a maior festa, estavam todos no OBA OBA SOU BRASILEIRO mas na real pra exercer a sua função de brasileiros  SOMEM ou vão se arrastando, indo fazer isso de mal gosto em alguns momentos me senti incomodado por tantas reclamações e cadê aqueles “caras pintadas” do período dos protestos? Sumiram também ou já esqueceram as coisas? Já Eu, fui atrás no guarda-roupa a minha camisa da seleção, pois é eu ate vi alguns gatos pingados na minha seção, pessoas que assim como eu estavam usando essa “farda” não so pro OBA OBA mas pra cumprir  a nossa missão de cidadão.



E uma ressalva. Algumas pessoas durante todo período politico me perguntaram sobre meu voto ou sobre minha opinião politica para algumas eu ate falei, expliquei debati, mas não sou muito fã disso acho que artista que é artista não deve se meter, fazer campanha e muito menos se candidatar, somos formadores de opinião, acho que vocês que leem meu blog hão de convir comigo: Ainda no Brasil temos uma boa parcela de pessoas semianalfabetas e ignorantes e que logico são fã de alguns artistas, atores, cantores e etc, ai a pessoa vai lá e diz “Eu voto no candidato tal” levanta a bandeira, veste a camisa, Logico defendendo o dele, pensando no cargo bom, no patrocínio (no seu umbigo como falei no começo do texto) ai aquele pessoa que gostam do artista vai lá e vota no candidato nem sabe a proposta nem de onde o cara veio ou o que fez MAS VOTA por que o artista disse que ia votar, e justamente é isso que eu não concordo e nem apoio!

Acho que por hoje é so, e você agora se pergunta "Pois é em que o João Votou" Continuo com a mesma opinião rsrsrsrs, enfim os meus candidatos ate que alguns se elegeram outros não, isso é a democracia, uma vontade geral da sociedade, mas garanto que estou muito satisfeito pela mudança estabelecida aqui no Maranhão com a saída dos Sarneys do governo do estado mas lembrando que ficaram 2 nas câmaras. Abraços e ate o próximo Texto!

2 de outubro de 2014

Carta ao meu avô

Hoje dia dois, são dois meses sem ele... o Patriarca dos “Rocha Oliveira” meu grande avô Raimundo Leonardo Oliveira, um homem simples, um vaqueiro, mas de grande coração, sempre disposto a ajudar quem quer que fosse, criou muito bem seus nove filhos, foi um exemplo para os netos e uma diversão pros Bisnetos.

Mesmo se passado esse tempo ainda ecoa na minha cabeça os gritos de dor, desespero e lamentações de minha família vendo meu avo ali frio e pálido dentro de um caixão, ao mesmo tempo que estava lindo com um semblante calmo, parecia estar dormindo.

Os seus últimos dias foi feito uma criança e a Mainha (minha vó) de esposa passou a ser mãe, ele já esquecia as coisas, já “caducava”, não se achava em casa ou dizia que aquela não era á casa dele, em alguns momentos de lucides total voltava ser aquele meninão de tirar brincadeira, cantar, “entimar” com todos, e vai se manter sempre assim nas minhas lembranças o melhor avô que um neto pode ter.
Ainda ano passado quando não estava doente ele me chamou e perguntou por que eu estava de barba e nem me deixou responder, saiu e logo voltou com um “aparelho de barbear”  antigo e foi me contar a Historia que tinha ganhado o objeto de sua mãe que ela tinha arrematado em um leilão que na verdade era um kit e que ela tinha dividido para os filhos, eu fiquei tão feliz com o presente pelo carinho e a atenção que ele teve, sou o único ator da família a preocupação dele com a minha imagem e ele ainda deixou bem claro “sou pobre não posso dar muita coisa mas esta é a tua herança” mal sabe ele que a herança que ele me deixou foi muito mais do que um simples objeto mas uma família unida, um exemplo de amor, de dedicação, um exemplo de homem.


Hoje faz dois meses não que ele se foi, mas fazem dois meses que ganhamos mais uma estrela no céu, mais uma pessoa que vai zelar pela nossa família, e Vô sei que você não vai ler esse texto mas com certeza ouviu todos os meus pensamentos  quando estava escrevendo e sabem o quanto te amo e que a minha saudade vai ser eterna, Te amo meu avô!

29 de setembro de 2014

Pai e Filho (Pequena Companhia de Teatro)

O que falar de “Pai e filho” de começo queria parabenizar os atores pelo excelentíssimo trabalho corporal ,  realmente  filho e  pai do começo á ultima cena eu via um velho, opressor e ignorante e um filho temeroso e oprimido ao fim do espetáculo a luz se apaga e quando volta eu vejo os atores Jorge Choairy e Cláudio Marconcine, é foi bem isso mesmo, a mudança física dos corpos o trabalho de desconstrução corporal como eu nunca tinha visto antes, muito bem feito. Também quero parabenizar o encenador Marcelo Flecha pela direção, iluminação, senário, trilha e todas as outras atribuições que ele teve no desenrolar da peça.

Foto de divulgação

A narração conta que historia de uma família, pelo menos o que sobrou dela, um Pai e um filho. Não tem como eu escrever sobre essa peça sem quem coloque minhas próprias vivencias como filho, ate por que é logica uma identificação com os argumentos(de ambos) utilizados nas discursões ou em  alguma  parte reflexiva do texto, na verdade acho que boa parte dos filhos Homens que assistiram ou assistirão a peça também irão se “encontrar” dentro da trama, A figura de um Pai que acha que o sustento da família é o máximo de expressão de amor, e o filho que mais que se esforce nunca vai superar as expectativas do pai opressor.


Como todo Pai ele deseja o melhor para seu filho “ser algo melhor do que ele foi”, o Filho que se formou advogado e trabalha em uma repartição publica, empilhando papeis como ele deixa claro, mas assim mesmo se acha um fracassado, o pai com todo o moralismo de uma sociedade patriarcal onde as decisões do Pai é a verdade absoluta impõem suas vontades e suas ordens no dia a dia da casa, e isso causa todos os conflitos (o que é normal) entre ambos.

O figurino com cores mortas remete a vida sem graça que abita aquela casa, com costuras bem marcadas, remendos de tantas discursões, uma relação onde há mais do que a convivência que “costura” os dois indivíduos, mas um laço de sangue. Uma LINHA tênue entre o amor e o ódio onde o pai não tem coragem de por o filho pra fora de casa e o Filho não tem força pra sair desta situação.

Pode ate ser que o texto não seja tão atrativo ou que eu acabei não colocando de fato TUDO sobre a peça, ou que eu tenha colocado só algo que estava guardado (rsrsrs) mas o que posso dizer a você caro Leitor é que se tiver oportunidade assista, serão minutos precioso onde você vai poder perceber que a relação entre “PAI E FILHO” e que a Pequena Companhia faz dessa convivência um GRANDE espetáculo.

25 de setembro de 2014

Dando uma de Chapeleiro Maluco

So um pequeno esperimento de Make de chapeleiro Maluco da Alice, espero que gostem!






Da próxima quem sabe tenha os acessórios 


19 de setembro de 2014

O tombo



Hoje (vergonhosamente) depois de algum tempo voltei ao Teatro Artur de Azevedo para assistir uma peça chamada “O TOMBO” é uma comédia de Rogério Blat com direção: Anselmo Vasconcellos
atuação da maranhense Surama de Castro, o ator Wagner Trindade e Carla Cristina Cardoso. Mas nada surpreendente ou nada que me fez morrer de sorrir. Desta vez não vou esmiuçar texto ou a interpretações de cada ator, mas queria ressaltar a interpretação do Wagner Trindade que pra mim “salvou” a peça com suas varias facetas e uma graça meio que involuntária que sai tão naturalmente sem esforço algum, ou pelo menos é o que parece.


Mas a postagem hoje é pra falar do TOMBO que foi o teatro hoje, além da fila enorme por conta de ter só uma pessoa atendendo quando a fila se aproximava da bilheteria uma bagunça  começava pra saber quem era “lista” ou “pagante” e depois de meia hora na fila e um atraso na peça de consideráveis 25 minutos por fim começou, e não vou repetir as considerações sobre a peça porque afinal estão no paragrafo acima, e pra completar o “TOMBO” da noite o flanelinha quere extorquir cinco reais pelo estacionamento(rua) e eu não ter trocado e dar os 5 reais.

Mas o TOMBO maior da noite mesmo foi ver que o Ludovicense mesmo estando a frente dos Teresinenses na cultura ainda tem a síndrome do patinho feio, e pagam 40/50 reais pra ver uma peça meia boca, so por que vem de fora e tem um cara da “globo” enquanto outras montagens daqui de São Luís estão ai sendo oferecida a preço de banana ou ate mesmo de graça pra atrair o publico, e eu que pensava que só o Piauiense tinha essa síndrome, isso que é um verdadeiro TOMBO!

11 de setembro de 2014

#SOUGOMESCAMPOS

Há uns dias a traz teve uma Campanha em prol da escola de teatro Gomes Campos a qual a prefeitura queria demolir para fazer uma creche no local,  então conversando o pessoal  resolvemos criar a campanha #SOUGOMESCAMPOS #NAOPODEACABAR  e aqui estão as fotos de alguns atores e artistas que também fizeram parte da campanha, lógico que não deu pra colocar todos.














8 de setembro de 2014

Processo "VELA AO CRUCIFICADO" o Choro

O novo trabalho que se iniciou ontem(domingo). O Nome da peça é “VELA AO CRUCIFICADO” é a adaptação de um conto de Ubiratan Texeira, falecido este ano e que será homenageado  na feira do livro de São Luis. O Texto Conta a historia de Luciano homem muito pobre casado com Clarice, pai de dois filhos . O casal se deparam com um momento de muita dor e de angustia com o falecimento do filho mais novo e a falta de dinheiro para fazer um enterro digno para a criança que será enterrado em uma “trouxa” de pano e jornal. Vendo aquilo toda a vizinhança fica estarrecida “como pode uma criança ser enterrada daquela forma” então começam as injurias e acusações, mesmo assim o homem segue seu destino em enterrar seu filho casula.

Mas esta postagem não é pra falar da minha opinião sobre o texto, essa vou deixar pra depois, a postagem na verdade é para falar sobre o processo de ensaio que começaram recentemente, é a primeira vez que vou dirigir um drama e hoje me deparo com esta cena:



Logico que foi uma coisa induzida dentro do processo, na foto temos “PAI, MÃE e FILHO” a família que vai sofrer o drama narrado no primeiro paragrafo, essa hora do processo ate eu fiquei com o Olho cheio d’agua, como é gratificante ver os atores correspondendo as expectativas dessa forma, se doando pelo personagem. Os trez mesmo numa especie de consolo mutuo não seguraram as lagrimas.


Sou um Dindo e um Professor muito orgulhoso, Obrigado Jeff Prado, Geysiana Lamar e Irene Rocha.

6 de setembro de 2014

Sobre Escola Gomes Campos

Fico INDGNADO com umas pessoas que se dizem ATORES/ATRIZES no Piauí afinal estão tentando fechar a única escola publica de ensino teatral do estado, o mesmo que aconteceu a anos atrás com o curso superior, pra quem não sabe no Piauí já houve curso superior em artes cênicas, outra coisa que me deixa estarrecido é a postura de alguns grupos que utilizam ou já utilizaram o espaço da escola, estarem ciente do que esta acontecendo e cruzarem os braços e não se pronunciar diante do que acontece, ainda mais por ser ano politico.
E outra, não adianta montar manifestações e protestos se só vai meia dúzia de “gatos pingados” porque ficam cada um olhando pro seu próprio umbigo e pensando só no bem do seu grupo pra não perder o AJUDA, é, AJUDA porque nem da pra chamar de PATROCINIO nem de APOIO o  que aquele DEPUTADO, VEREADOR, CANDIDATO  dá dizendo que é patrocino, aquele dinheirinho que agente tem que se apertar pra conseguir montar pelo menos um figurino digno. PAREM DE PENSAR PEQUENO o teatro no Piauí nunca vai crescer assim, se constrói algo grande juntos, se cada um puxar pra um lado nunca vai pra frente!
A UNIÃO FAZ A FORÇA, todo mundo conhece essa frase e cadê todos os atores que a Escola Gomes Campos formou? Cadê? Poxa galera me decepciona muito ver o que tá acontecendo ai, os manifestos não é só pela Escola Gomes Campos, mas também pela formação de arte-educadores, por espaço nas sala de aula pro Técnico ministrar suas  aula  nas escolas publicas, pela União da classe afinal não somos tão bem vistos as vezes intitulados de vagabundos, preguiçosos etc. Acho que essa é a hora de unirmos mostrar que temos uma luta em comum, independente de grupos, uma coisa que nos une e nos faz diferentes dos outros,  O OFICIO, A PAIXÃO, O AMOR  de SER ATOR, é hora de reivindicar nosso espaço não só como escola mas um lugar de confraternização um local de partilha dos grupos, chega da mesmice de pensar só no meu grupo, só nos meus trabalhos, é hora de dizer #SOUGOMESCAMPOS
Eu infelizmente não estou mais no Piauí, mas meu tempos em outros grupos antes da escola já ouvi dizer “que não valia a pena estudar na escola de teatro” mas assim mesmo eu fui e falo por experiência própria não vale a pena ouvir de um cara que e diz ATOR/DIRETOR  que não “ vale a pena” ir a escola, é ignorância da partes desses “ATOAS” e ainda por cima que se acham por que o povo sorrir das MACACADAS que eles fazem no palco e dizem que é uma peça ou colocar um monte de GAY fazendo BICHICES no palco e chamar de montagem, teatro não é só isso, teatro é amor é dedicação, é estudo é uma mistura de muitas outras coisas que não precisa ser ressaltada aqui nesse texto mas tem que ser sentido por que faz essa arte.
Desculpa as palavras agressivas mas se você se “doeu” por alguma coisa que eu falei é hora de repensar “estou sendo um bom ator”. Nossa arte mobiliza as pessoas, forma opiniões, mostra a verdade, instiga sentimentos então vamos, VAMOS A LUTA!
#SOUATOR

#SOUGOMESCAMPOS

1 de agosto de 2014

1º teste de maquiagem dos "Saltimbancos"

Galinha - Rita Caldas

Gata - Geysiana Lamar


Cachorro - Gabriel Marlen
Jumento - Kildson Barbosa