"Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei" (Salmo 91)

23 de dezembro de 2008

mais uma semana

Esse fim de semana saí fui aos kiosks e depois para as baixarias reencontrei alguns amigos que tava sentindo saudades me senti tão à-vontade com eles tão acolhido, revi o Denis, o Lú, o Alisson, a Carine e o AF entre tantas outras pessoas porque enfim não da pra falar o nome de todos a festa foi ótima e muito lotada o AF ficou bêbado foi engraçado demais, para quem era pra voltar as 2 da manhã acabei chegando as 4 e meia mamãe como sempre brigando pela hora mais eu tava tão feliz que nem liguei para o que ela falou e acho que a cerveja também ajudou para isso!! (risos) já onte nesse comecinho de semana revi o Cleve outro que tinha desaparecido mais d uma hora pra outra voltou “meu braço direito” meu cúmplice(hauahuahau) adoro demais e a Nayara/neguinha também que eu nunca mais tinha visto essas 3 dias foram só de reencontros (Sab,dom e seg) tenho receio dessas coisas será minha despedida?

Cada dia que passa fica mais perto também da Viagem do Barro-Duro outra que Também ta tirando meu sono é a primeira vez que vou levar ágüem pra lá (Caio) espero que ele goste de lá e goste da minha família também. Nossa não tenho nem como explicar o que eu to sentindo esses dias uma felicidade tão grande uma paz interior muito grande, to tendo toda convicção de pensar de escrever, falando em escrever voltei a escrever algo no “barão” quem sabe 2009 num seja só para mim completar os meus projetos que já venho fazendo ao longo do tempo, sei que ele não ta mais tão longe mas pelo jeito que esta indo esse fim de ano próximo ano promete a expectativa é grande.


Antes q eu esqueça essa semana sai na coluna do Meio Norte o engraçado foi que ele teve uma repercução maior que eu esperava afinal eu nem esperava(risos) porque quem me falou que eu tava na coluna foi o Raff e logo começo os comentarios no msn falando que tinham me visto e tal, ate o Pim(meu tio) viu o jornal e falou para as minhas tias la no BD, fico feliz ainda num to aparecendo nos jornais como eu quero mais ja vale muito a pena afinal é um começo.

21 de dezembro de 2008

Hora de recordar, turma de 92


Você ainda se lembra dos seus amigos da alfabetização ou dos seus amigos do Jardim(hoje pré escolar) aquele que aprenderam a ler junto com você que fizeram as primeiras descobertas de mundo ou de amizade aquela amizades que você juravam que iam ser para sempre mais o tempo fez com que se afastassem ou quem sabe você mudou de colégio ou ate mesmo de cidade. Será que você teria curiosidade de re-velos saber como eles estão o que estão fazendo?

Pois é isso que aconteceu comigo uma vez eu e a Priscila conversando no MSN decidimos que iríamos fazer uma reunião onde convidaríamos todos da nossa época de alfabetização (1992) só que conversa vai conversa vem deixamos essa idéia meio de lado e essa semana aconteceu um boom começamos a encontrar, ou melhor, Reencontrar o pessoal alguns a Priscila já tinha reencontrado mas outros eu encontrei como o Sávio e o Daniel que encontrei aqui em Teresina por acaso.

E isso proporcionou uma sensação muito engraçada, e acho que ao mesmo tempo inexplicável porque agora da pra ver como o tempo passou alguns já casaram outros já estão formados todo mundo rumou caminhos diferentes mas em meio a escolhas e caminhos diferentes á amizades que ainda resistiram a todo esse tempo e distancia. E essa procura irá terminar com uma reunião da Tuma de 1992 do colégio Monteiro Lobato de Parnaíba não temos a data marcada ainda mais sei que será bem interessante, pois afinal ver os antigos amigos e recordar um pouco da nossa historia faz muito bem a par vermos se realmente concluímos o que almejávamos antes ou desistimos e nos adaptamos a uma nova realidade, agora é só esperar.

13 de dezembro de 2008

resumo semanal

Ao contrario duque eu pensei essa semana não foi nada o que imaginei. Hoje é dia do garoto e garota for teens vou ta trabalhando mais num desfilando só vou ficar nos bastidores essa semana fui duas vezes ao ensaio deles pra ver os preparativos e o nervosismo de cada um foi legal bem divertido mesmo hoje não vu sair pra night por conta desse evento como são dois desfiles e um já vai começar as 10 então vai demorar muito e tenho que estar lá as 18 puts vai ser cansativo mais é prazeroso.

terminei a letra de uma muusica pra mandar pro Ottoni essa semana, achei meio descompassada de rimas muito grandes mais ele achou legal so as 1° estrofes num tavam concordando com o resto nais vou dar uma revisada legal pra ver se rola, ele falou quando tiver um tempinho amais vais colocar o ritmo na que ja ta com ele (eu não quero outra vida) e nessa que mandei agora. è uma letra legal fala do velho e bom triangulo amoroso de carnaval(pierrot, colombina e alerquim) propus a ele colocar uma coisa mais calma um rock mais alternativo e um apndeiro so para acompanhar, ele tabem gostou da Ideia agora é esperar o resultado!

Acho que tinha mais alguma coisa pra falara agora não me recordo o que é. Há lembrei só dizer que to feliz MUITO feliz com a pessoa que eu to apesar de ter feito algumas besteiras no começo mais parece que vai emplacar mesmo, to muito empolgado com a viagem do final do ano porque é a primeira vez que vou levar amigos para lá(BD) tomara que tudo ocorra bem para curtimos bem essa viagem afinal serão 10 dias que poderam virar 100 se a viagem for chata demais.

OS.: Lembre o que era que eu ia falar (hauahaua) antes de ontem fui “ameaçado indiretamente por uma louca que eu fiquei a us dias atrás< acho que já tem ate mês, ela pediu para que um amigo meu ligasse para mim para falar que ela esta apaixonada que quer de todas as maneiras ficar comigo novamente que sabe onde é minha casa e que é louca o bastante para fazer um escândalo quando me ver por ai, na hora fiquei hiper preocupado pois tenho uma “reputação” mais depois acho que se eu ficar ligando para isso vai ser pior para mim, então resolvi relaxar e deixar essa louca de lado e viver a minha vida em paz

12 de dezembro de 2008

resultado do periodo

Poxa fiquei em 3 matérias de prova final é foda!!! Fiquei em TREP II, Int a comunicação gráfica, e Multimídia e internet sei que num fui um bom aluno esse período isso eu tenho plena convicção pensei que quando saísse do emprego iria me interessar mais pelo curso por que alem de amar eu iria ter todo o tempo do mundo pra só estudar mas pelo contrario arrumei mais ocupação duque o normal teatro, agencia, outras besteirinhas que tomaram meu tempo e por causa do Boca quase reprovo por falta também nam esse período foi o pior do meu curso ate agora.

Mas pelomenos passei no Ailton mesmo que arastado passei!!!

9 de dezembro de 2008

mais uma semana

Mais uma semana ta começando essa mais parada duque as outras afinal ja começou com um feriado na segunda e as ferias ja tão bem ai, a viajem pra BSB ja ta mais certa duq numk a do BD tambem so resta saber realmente qm vai ou não mas ta certa.
Tive um fim de semana de ÊRA(arumadERA, passadERA, LavadERA) como dizem os meninos rsrsrsr, mamãe e papai tavam viajando então apreveitei pra relembrar os velhos tempos de fuas aq em casa so que foi um fiasco não sei se foi eu que desaprendi a fazer essas reuniõezinhas que na epoca de colegio eram de costumes ou foi a quela velha turma que num tenho mais contato enfim, veio no maximo umas 6 pessoas e algumas nem beberam mais valew a pena MESMOOOOOOOO esse fim de semana pela companhia maravilhosa que tive. Mas senti falta de alguns amigos como o Bruno o Ismaias o Antonio mas a vida é assim numca temos todas as pessoas queridas ao nosso lado isso é uma pena!!!

8 de dezembro de 2008

a mesma posição


As vezes algumas amizades nos levam a decepções enquanto pesamos que estamos, quem sabe, tendo uma reaproximação aí o baque é muito maior duque perda desta amizade...

Acho que cheguei ao meu ápice, não pela substituição na foto, mas pelo fato de ver que a minha “substituição" foi fácil (não falando sobre o Danilo), mas a outras amizades que querem ser certinho mais que a podridão se percebe de longe só com o olhar e ver que toda aquela amizade resultou em nada, ou que sou um amigo pra hora de aperreio ou pra ajudar e algum trabalho da facul e depois passa por mim e so da um OI...Cansei disso!!!

Nada Será Como Antes

Elis Regina
Composição: Milton Nascimento/Ronaldo Bastos


Eu já estou com o pé nessa estrada
Qualquer dia a gente se vê
Sei que nada será como antes amanhã
Que notícias me dão dos amigos?
Que notícias me dão de você?
Sei que nada será como está, amanhã ou depois de amanhã
Resistindo na boca da noite um gosto de sol
Num domingo qualquer, qualquer hora
Ventania em qualquer direção
Sei que nada será como antes, amanhã
Que notícias me dão dos amigos?
Que notícias me dão de você?
Sei que nada será como está, amanhã ou depois de amanhã
Resistindo na boca da noite um gosto de sol

Eu e Emerson


Migo, agente num se viu ainda mais tenho certez que vc ja tem um lugar no meu coração viu!!!

Do seu grande amigo!!!

Teorias de Leticia



Essa semana após o banho mamãe mandou que ela penteasse o cabelo e assim ela o fez, como já de costume se posicionou em frente ao espelho e começou a pentealos quando entrei no quarto ela estava muito concentrada, eu entrei e me sentei na rede que estava armada lá então ela virou pra mim e falou muito seria:

- Dedé sabia que cabelo é feio de Linha?

- De linha Letícia? Mas como é isso?

- ôôôô Dedé tu sabe(separando alguns fios de cabelo) olha isso aqui é linha!

Na hora eu sorri e ainda questionei se essa “linha” dava pra costurar roupas e como sempre ela com suas respostas na ponta da língua:

- Não né Dedé, a linha de costura é uma a linha de cabelo é diferente

Eu fiquei dizendo que cabelo não era linha, que cabelo era cabelo e linha era linha, ate que teve uma hora que ela não tinha mais como argumentar, se virou pra mim e perguntou

- Dedé se cabelo não é linha, cabelo é o que?

-Ora Letícia cabelo é cabelo...

Ela continuou a se pentear, mas achei que minha resposta não tinha a convencido depois a perguntei de que meu o meu cabelo era feito ela falou que a linha do meu era diferente da linha do dela e diferente da linha de costurar, mas era linha.

3 de dezembro de 2008


Um dia quero que olhem para traz e lembre:

Do amigo que fui
Dos porres que tomei
Das bocas que eu beijei
Dos amores que eu amei
Das historia que eu contei
Das verdades que eu disse
Das minhas verdades que eu inventei

Do porre, da água do vinho
Das bocas, dos beijos e do sexo
Das palavras, das verdades e das mentiras
Mas que falem que gritem
MERDA! Ele viveu, fez e aconteceu

30 de novembro de 2008

Artigo Cientifico II


Quem disse que é fácil???

Estudo leitura e muita reflexão, ta sendo assim meus últimos dois dias por conta do trabalho de semiologia que ta tomando quase que todo meu tempo, mas quando agente faz o que gosta da gosto fazer, e ainda por cima ouvir um parabéns ou um muito bem de um professor que você sempre quer agradar e mostrar que ta aprendendo!!

E sem contar também o estimulo de ter meu trabalho apresentado para varias outras pessoas dá mais empolgação ainda, quem sabe eu não apresente na semana cientifica da faculdade próximo ano?!

E como eu sou empolgado tava ate pensando ate em refazer um artigo que comecei no período passado que só fiz no embromeithion tirei a media mas num me empenhei tanto como nesse agora...

Pois é to quase terminando já na 6 pagina acho que termino ele com 8 e vamos ver o que dá!!!

PS: olha o tanto de coisa para ser referencia para os estudos semiologicos

28 de novembro de 2008

Sem vergonha

Eu sei que esses encontros por acaso
São coincidências demais
Eu sento na mesa eu viro a cabeça
Você vem atrás
E tantos elogios por acaso
São coincidências demais

O olho aceso
Café, sobremesa
Você vem atrás
Eu armo o picadeiro
Mas no fim, no fim você tropeça e cai
E perde a canastra e ri
E diz até mais

Pra me provocar
Me deixar maluco
E eu vou atrás
Sem vergonha e sem culpa
Na paz...eé
Sem vergonha e sem culpa
Na paz.

E tantos elogios por acaso
São coincidências demais
O olho aceso
Café, sobremesa
Você vem atrás
Eu armo o picadeiro
Mas no fim, no fim você tropeça e cai
E perde a canastra e ri
E diz até mais

Pra me provocar
Me deixar maluco
E eu vou atrás
Sem vergonha e sem culpa
Na paz...é
Sem vergonha e sem culpa
Na paz.

26 de novembro de 2008

Artigo cientifico

Tenho que fazer um artigo cientifico, quero escrever sobre o cazuza fazer uma análise sobre as capas dos CD’s que ele lançou na carreira solo ,eis o problema, fazer um estudo semiológico e critico sobre ele tendo que deixar um pouco de lado meu lado fã e pondo um pouco mais de profissionalismo afinal são ócios do oficio.

O segundo pro é que só tenho uma semana deixar as coisas pra cima da hora é F... e saber diferenciar todas as teorias do discursos sociais, mais vamos lá quem sabe eu consiga fazer um bom trabalho ou melhor, tenho que fazer um bom trabalho!!!

Não é uma foto mas achei interesante

25 de novembro de 2008

"Pro dia Nascer Feliz"

Esses dias minha irmã viajou, acho que foi pro Ceará, eu teria que ir pega-la na rodoviária quando ela checasse pois bem, eu e mamãe fomos era umas 4 da manhã já e como sempre no som do carro meu amigo cazuza. Mamãe sempre fala que não vê sentindo nas musicas dele, estávamos discutindo algo sobre chegar tarde das festa, porque alguns dias antes eu teria chegado 5 e meia da manhã isto é com o sol já raiando e ela me perguntando qual a vantagem de sair passar a noite toda no “mundo” e passar o dia todo dormindo.

Como a rodoviária fica do outro lado da cidade resolvi ir pela Marechal Castelo branco uma avenida de pouco movimento e que dava pra ir mais rápido, algum tempo depois já logo após a Ilhota tocou Pro Dia Nascer Feliz sei que eu não estava do clima rebelde de ser e não tinha passado a noite na farra mas senti algo tão bom vendo o dia raiando alguns pássaros já voavam, o céu ainda meio avermelhado do amanhecer e o sol aparecendo por entre os prédios do outro lado do rio.

Naquele momento vi que o boêmio não fica ate amanhecer na farra não pela Noite, mas pelo espetáculo que é o amanhecer e pela sensação de pureza que ele deixa na gente, me senti bem o resto do dia...

19 de novembro de 2008

Sem escrever

Oi galera sei que meu blog não é um dos mais vztados mais to vindo aq me justificar acho que esta sendo umas das coisas que mais faço no msn.
Mas é assim to sem net em casa e na facul naum da pra gente relaxar e parar pra escrever um texto, mas to feliz muitooo mesmo
abraçosss

21 de setembro de 2008

Circo beijing

Circo de beijing em Teresina foi perfeito, agente tava trabalhando no stand do Jornal o Dia

mudando de novo


não deu muito certo no 180 agora é "PORTAL TERRA OLINE"


7 de setembro de 2008

mais uma semana da minha vidinha

Bem, bem, bem nessa quase uma semana apos minha ultima postagem, como sempre, minha vida deu mais um virada de 180 graus, literalmente 180 Graus mesmo, por indicação da Suzy uma ex amiga de internet, depois amiga de trabalho( mesmo não trabalhando na mesma loja mais na mesma rede de lojas) e por coincidência depois amiga de faculdade, a pesar da gente se ver só nos corredores. Sim mais voltando ao assunto no começo dessa semana ela me falou que tinha uma vaga pro 180 graus na coluna Teens que segundo ela é minha cara, pois é fui lá deixe meu currículo depois fui para a faculdade na quinta seria a entrevista e na quinta eu já tinha sido chamado pra ir gravar o programa do Mariano fazer uma participação representando a “Up to date model” a agencia que eu trabalho só que eu teria que estar lá as 16:30 e a entrevista no 180 era as 16, e agora aff minhas coisas sempre são assim, parece que tenho sorte pra marcarem tudo no mesmo tempo.

Mas graças a Deus deu tudo certo fui pra entrevista do “teen 180” e deu tempo de gravar o programa do Mariano e ainda comer um sushi de graça (risos) e no dia a agencia me chamou para um casting na guadalajara para fazer o catalogo não sei se vai rolar afinal fiz as foto e to esperando a resposta e já to oficialmente no 180° só ta faltando arrumar patrocinadores para minha coluna.

Em contra partida as minhas coisas que tão dando certo dos meus irmãos nem tanto, o Renan voltou pra PHB não sei se fiquei com pena da Cíntia ou não sei lá as vezes acredito no que estão falando mais as vezes acho tem exagero mais não sei o que achar, e a Rita ta viajando pra lá também papai não ta muito feliz com algumas atitudes dela mais acho que eles ainda vão conversar sobre isso, mas vãos ver o que vai dar só espero que não sobre para mim.

Ontem foi a festa do niver do Raff no meio da festa a mãe dele chegou fez uma escândalo básico mais alem disso a festa foi boa, o engraçado foi todo mundo entrando nos carros e subindo nas motos, questão de segundos a casa tava vazia e a rua sem nenhum carro, eu nunca tinha presenciado uma coisa dessa mais alem de tudo como já falei foi bom.
Pois é essa minha semana foi á SEMANA!!!

1 de setembro de 2008

Todo Amor que Houver Nessa Vida

Cazuza
Composição: Frejat/ Cazuza

Eu quero a sorte de um amor tranqüilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno antimonotonia

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio, o mel e a ferida
E o corpo inteiro como um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria

a cama da mamãe

É muito engraçado como a “cama da mamãe” é mais gostosa que a nossa, esses dias quando não estou no curso e nem na academia posso dormir ate tarde e lógico depois que o papai saia para trabalhar eu levantava da minha cama e ia pra da mamãe puts, o lençol é mais macio à cama é mais fria.

Sinto-me mais acolhido lá apesar de não dormir direito ficar só em cochilos rápidos mais a lembrança de quando eu era criança, e por qual que febre a toa ia dormir com a mamãe lá era muito bom agente se sente mais seguro mais confiável, antes achava a cama enorme, antes eu poderia deitar atravessado nela hoje já não posso mais, mas assim mesmo ainda me sinto muito seguro lá

22 de agosto de 2008

minhas loucuras

Acho muito engraçados as minhas loucuras... como mamãe diz eu só vivo procurando coisa pra minha cabeça, é ate que eu gosto, semana passada fui fechar um “trabalho” da companhia folclórica consegui deixar tudo acertado vamos voltar dia 10/10 pra fazer uma palestras e umas oficinas para começar o projeto deles que vamos da suporte a eles encontra partida dia 24e 25/10 o João Paulo vem de João pessoa pra cá fazer uma palestrar e oficina de dança, tenho que habilitar o meu pessoal.

Ai já essa semana to pensando ou melhor amadurecendo a idéia de um programa piloto para uma emissora de tv-online to querendo montar a equipe e pedir o apoio da faculdade pelo que as minhas professoras me falaram provavelmente dê tudo certo...
Esta semana consegui exorcizar um sentimento que já tava me fazendo muito mal e ainda bem que se Deus quiser minha irmã vai voltar próxima semana, ele é chata mais é minha irmã, ela faz falta.

Pois é eu sou meio louco quando tenho uma idéia tenho q fazer logo toda d uma vez não que eu tenha medo de perder a idéia mais é porque as vezes são tantas que misturam tudo ai nada vai pra frente, por isso minha pressa e espero que esse novo projeto dê certo...

7 de agosto de 2008

Amor ou Amizade

Cazuza

Composição: Lucas Gabriel Arantes de Carvalho França

A amizade é uma das coisas mais preciosas da vida e fica melhor ainda quando vira amor.
(quero beijá-la e abraçá-la para viver em paz).
Quero dizer-lhe que te amo, no começo confundi com carinho mas hoje tenho certeza que é amor.(quero beijá-la e abraçá-la para viver em paz)
.Você é especial eu te conheçoe sei que é uma pessoa compreensiva e que me entenderá.
(quero beijá-la e abraçá-la para viver em paz).
Não quero que isso abale a nossa amizade, apenas quero que se complete mais.
(quero beijá-la e abraçá-la para viver em paz).
Espero ansioso que me procure,
porque quero beijá-la e abraçá-la,
pois só quando ver-me em seus braços poderei sentir PAZ.

4 de agosto de 2008

conciênca politica

Hoje demanhã fui com a minha tia resolver uns probleminhas dela la na Secretaria de Educação na verdade andamos mais doque outra coisa toda hora diziam "no Setor tal procure Fulano" isso abusou e era um sobe e desse de escada e sem contar o chá de cadeira que pegamos não teve 100% do proveito que queriamos mais de certo fizemos o que podiamos quando vinhamos voltando no Onibus em plena 1:30 alguns alunos vinham comentando que um certo candidato pagava 'X' reais pelo voto eu escultando aquela converça fiquei pretando atenção um deles ficou perguntando como era o esquema devenda se o cara pedia o numero do Titulo de eleitor e o nome dele e depois dava o dinheiro, um deles disse que o voto dele ele não iria vender e logo um deles retrucou falando que o voto é livre se ele quisece vender ele estaria vendendo uma coisa que era dele então ele iria vender já que era dele ele ia pelomenos lucrar com isso já que pra ele não ia fazer diferença mesmo ai ja o primeiro o que propoz a compra falou - É quem sabe se ele ganhar vai que ele me dá um emprego fantasma, ai vo ficar de boa so recebendo. Não sou tão velho mais tambem num sou mais um menino tambem não sou um cabo eleitoral aciduo mais tenho meu senço de cidadania.
Agora eu me pergunto para que nossos pais os joven da decada de 80 tanto lutaram foram maçacrados e ate mortos, eles la tinham seus ideais lutavam por uma coisa q eles acreditavam e agente luta pelo que quais são nossos ideais?

Ideologia eu quero uma pra viver!

Himalaia

Jorge Vercilo
Composição: Paulo César Feital / Jorge Vercilo

O mundo inteiro está guardado em mim
De Saravejo aos templos de Pequim
Não tenha medo de amar e ser feliz,
É o segredo divino do aprendiz
Quero andar nas ruas que há em mim,
Conhecer esquinas do coração,
Desabar nos próprios botequins
Nos subúrbios da iluminação
O mundo inteiro está mudado em mim
Desde Soweto aos muros de Berlim
Não tenha medo mudar é ser feliz,
É a terceira visão de um aprendiz
Sou um rio das mágoas que há em mim,
Cachoeira que desaba no mar,
Oceano das vidas que vivi
E de outras que virei navegar

Na leveza do ser a beleza é voar
o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
o Himalaia inteiro
Alquimia é reter as montanhas no olhar,
o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia, o Himalaia,
o Himalaia inteiro

1 de agosto de 2008

resposta no Orkut

João José Rodrigues:

É muito bom ser filho quando se pensa no pai como pai porque sem ele não há vida e sem vida não existe nada por isso pense bem antes de agir para depois não arrepender-se
Responder
____________________________________________________________________
joão Leonardo:

Para ser pai..não basta levar o nome de Pai.É presiso ser especial,é presiso ser algo mais...Ha de ser um exemplo,ha de ser um heroi,ha de ser um companheiro,ha de ser um presente.Sempre presente...

31 de julho de 2008

Pedra do Sal


A.F. Silva na Pedra do Sal- ferias de julho 2008










Rodrigo na Pedra do Sal - Ferias de Julho

12 de julho de 2008

Queria dizer a verdade

As vezes queria que a minha vida fosse um livro dividido em capítulos para quando acabar um eu tirar um tempo pra dormir fazer outra coisa sei La e depois voltar a viver porque as vezes cancã você fazer posse de santinho sempre, para fingir que é feliz com sua família perfeita onde seu pai vai as missas todos os domingos sua mãe super aplicada cuida muito bem dos filhos e a sua irmã mais velha é estudiosa e aplicada mas como diz a frase não tem como enganar todo mundo o tempo todo por que mais cedo ou mais tarde os visinhos vão descobrir que seu pai é mulherengo raparigueiro um falso moralista de carteirinha apronta tudo que pode na sexta e no sábado e vai pedir perdão a Deus no domingo que sua mãe alem de cuidar bem dos filhos toma diasepam pra dormir já foi depressiva e tem algum complexo que faz com que ela seja obsessiva e sua irmã cansou dessa vida de mentiras arrumou um namorado do outro lado do país e foi embora para fugir dessa grande mentira e você acaba descobrindo que você também não passa de uma ilusão que os outros criaram ao seu respeito.

Pitura


9 de junho de 2008

viagem PHB

Viajar, viajar...
Parece que as minhas melhores viagens são essas rápidas como foi nesse fim de semana sair direto do são marcos ir pro interior pra Parnaíba e estar aqui novamente no domingo foi muito bom, antes quando éramos de PHB já era convencional essas viagens loucas do papai tipo, saiamos de manhã para á praia a noite já estaríamos no maranhão ou em outro lugar qualquer mais isso quando éramos crianças. Sim, voltando a viagem desse fim de semana, eu estava acompanhando minha vó na radioterapia quando o papai me ligou para perguntar se eu ainda ia demorar ou já tava desocupado eu falei que não sabia mas na hora q nos fôssemos liberados eu ligaria pra ele pra avisar ai ele disse que íamos ao interior.

Eu deixei a Aula(pro campus) o curso de lado lógico que liguei avisado. Arruma uma coisa daqui outra da li passar no banco etc, sei que saímos daqui era uma 3 e meia eu queria ir logo para PHB mais não deixaram tivemos que dormir no interior ao papai comprou uma geladas e tal acho que era para me entreter sei La porque La não tem nada de interessante pois bem fomos dormir era umas 12 horas no outro dia pela manhã nem deixaram eu tomar café fomos para PHB La liguei pra Dani para eu ir a casa dela chegando La começou meu martírio( não sei porque minhas histórias sempre tem dessas coisas)ela teria um jantar do grupo dele da igreja e tal e nõ dava pra eu ir, tentei ligar para um amigo meu só que o numero não tava salvo no celular entrei na net ele tava quando falei que estava em PHB ele falou que tava em Tutoia e ainda mais brigou comigo por não ter avisado antes agora eu tava lascado sem companhia pra sair o jeito foi ficar de Platão no MSN para ver se alguém entrava só que eu esperei... Esperei... e nada.

Quando já tava cançado da net resolvi ligar pros meus amigos daqui pelo menos passar o tempo já que eu tava sozinho em casa mesmo fiquei deitado no sofá falando no cell depois de muito falar, já sem assunto por sinal voltei a net finalmente alguém de PHB o Pet meu primo tava On(chega eu ouvi aquela musiquinha “Aleluia, aleluia, aleluia aleluia a aleluaaa”) combinei com ele pra ir me pegar na casa da tia pra gente da uma volta de moto quando ele chega lá vou descobrir que ele conhece minha prima e como sempre todo mundo se conhece La conhecer o Zé filho, o neto, o Kleo fomos a uma festa foi legal ter conhecido esse povo doido depois q a festa acabou íamos para a beira rio só que a porra do pneu da moto furou ai La vai eu e o Zé filho atrás de oficina isso mais de 5 e meia da manhã então posso dizer que viramos a noite na farra em PHB só sei que quando chegamos a oficina o cara demorou tanto pra remendar o pneu que eu já tava dormindo no banco só sei de uma coisa fui pra casa era 7 e meia da manhã só dormi ate as 10 fui pra rodoviária pegar o ônibus das 11 só que ele é pontual ate demais juro como cheguei era 11:02 ele tinha saído tive que esperar te 12 e meia pra pegar um buzão ate o Buriti para meus pais me pagarem lá e voltarmos para THE pense numa viagem de volta dormi mais duque gato pesquei tanto que fiquei de pescoço dolorido mais como sempre valeu a pena valeu muitooo bebi, dancei, brinquei foi uma noite ótima fiz novos amigos povo louco assim que nem eu.

4 de junho de 2008

"choro pra lavar a alma desabafar, já que o mundo não muda"

2 de junho de 2008

Vou Voltar

Hoje entrei no blog e finalmente vi um recado que não era do Clever dando um velho “OI” era da Clarrisa minha professora de oficina de texto que no fim do recado dizia para mim não parar de escrever, realmente ela tem razão, to meio em déficit com o blog nunca mais postei nada porque nunca mais parei para escrever e por isso peço desculpa aos meus queridos leitores, se é que tenho algum.

Essas ultimas semanas foram meio loucas fiquei sem emprego, perdi a namorada, minha irmã foi embora, diga se de passagem ainda teve os outros probleminhas que já vinha empurrando com a barriga a falta de “compatibilidade” com as pessoas da minha turma da faculdade o câncer da minha avó que não me afeta muito mais acaba por mudar a rotina domestica por conta da radio terapia entre outros fatores que me levam a não parar em frente do computador e escrever o que eu quero á e sem contar o chato do meu pai que fica enchendo o saco pra mim desligar o PC, inclusive já foi a primeira chamada ainda resta 2 será q consigo escrever o texto ate acabar com a paciência dele?

Tem horas que a minha cabeça parece um liquidificador começo a pensar uma coisa logo surge outra, outra, e mais outra, quando vou ver já nem lembro mais da primeira aí pronto já era, esses últimos dois dias cansei de levantar de madrugada ascender a luz para escrever para não perder a linha do raciocínio, to querendo continuar meu livro mais o problema é não penso do mesmo jeito quando eu to no PC(sala) ou com um caderno ou folha escrevendo(no quarto) como já falei em uma postagem mais antiga “escrever a mãe tem todo um sentimento por traz” acho da mais liberdade e mais firmeza pagar em um lápis ou caneta do que simplesmente ficar encostando a ponta dos dedos no teclado.Então é isso vou tentar postar mais ou escrever mais escrever mais não porque um texto muito grande é chato esse aqui já deve estar uma porcaria ai você se pergunta “se ele não tem mais nada pra escrever porque fica colocando besteira” e eu pergunto se ta achando chato porque ta lendo?(risos) Agora ate eu to achando o texto chato deixa eu ir ali postar logo isso antes que venha a próxima chamada do papai, tchau ate os próximos textos.

15 de maio de 2008

Uma Homenagem aos meus queridos amigos

video

meu ex-emprego

Após um ano e cinco meses o sentimento que tenho agora é de alivio, descobri que é muito ruim você trabalhar com o que não se gosta e ser educado e cordial às vezes se torna uma tortura diária.

Foram dezessete meses acordando entre cinco e meia seis horas pegando um ônibus Hiper lotado todos os dias, exaustos 40 minutos feito uma sardinha de casa ao trabalho e a tarde uma hora do trabalho para a faculdade, é mais foi bom pensava muito dentro do ônibus. Fiz ate amigos. La no trabalho fiz grandes amizades como A Rosana, a bia, a Ivoneide, O Gerson, o Sana, o Samuel, o Feliciano, a Rosa, a Maura são pessoas que vão ficar pra sempre pessoas que me ensinaram muito que convivemos diariamente pode se disser que viramos uma família pois convivemos mais com eles duque com a nossa própria família.

Aprendi muito não nego isso falo ate com certa vantagem, pois foi o meu primeiro emprego, de certo me deu embasamento para crescer e vê que quando se tem um sonho e lutar pro ele deve se tornar primordial, o meu sonho é ser jornalista e atuar na minha área, eu espero que as noites quase não dormidas para estudar e os dias stressantes da loja para pagar a faculdade sejam recompensados um dia e que seja breve já que estou sem emprego!(risos)

Sei que também não foi fácil passar o dia “bom dia senhor (a) o que o senhor (a) deseja” sempre sorrir mesmo querendo esganar quem ta do lado oposto do balcão as vezes ate sorrir com as presepadas que eles faziam a se atrapalhar com o nome dos produtos, já ser chamado pelo nome enquanto outros não lhe davam nem bom dia, falando nisso lembrei de falar em Senhor Fernando e na Dona Eloisa e em outros Clientes que nos tratam tão bem e que dava gosto de atender.

Sendo assim concluo que esses 17 meses que passei trabalhando no grupo carvalho foram de muita valia para mim e sei que vou sentir saudade, mas a vida tem dessas coisas para corrermos atrás de nossos objetivos temos que deixar outras coisas num para traz mais para o lado, pois deixando para traz elas ficam na historia e de lado elas sempre vão estar ali ao nosso lado nos acompanhando sempre.

13 de maio de 2008

mentira ou dissimulação

É engraçado como uma simples mentira torna se uma Coisa que depois você não pode mais controlar e acaba por alimentar essa coisa com outras mentirinhas, isso já é Clichê, todo mundo sabe, mas continua a fazer dessa artimanha para se livrar de algumas situações problemáticas transformando as em situações mais constrangedoras que se fosse falado a verdade dês do começo.

Essa semana tive prova disso, se alguém acompanha meu blog deve ter visto um texto de alguns dias atrás sobre um assalto que sofri pois é, to retirando todas as minhas documentações primeiro a Identidade, logo em seguida o papai mandou q eu tirasse o CPF e não fui fazer isso, mas lógico que quando ele perguntou se eu tinha feito á minha resposta foi um lindo e redondo SIM, na quarta-feira passada ele chegou com um papel do DETRAN falando que tinha pago a taxa pra mim ir retirar a minha segunda via da CNH, pois bem assim o fiz ou melhor tentei fazer na quinta fui com a minha irmã ao shopping resolver logo o meu problema e comprar o presente da mãe e pra variar nenhuma das coisas que fomos fazer deu certo só o meu livro q fui comprar com o dinheiro do papai deu certo(risos) pois bem voltemos ao foco no DETRAN ficou faltando o numero do meu CPF q no caso eu teria que dar entrada para receber um papelzinho e tirar a Xerox dele no intuito de agregá-lo aos outros documentos.Quando estávamos merendando eu e minha irmã o Papai ligou perguntando se tinha dado certo se tinha tirado a foto da carteira e tudo, eu falei que já estava tudo Ok pensando que sexta iria da certo eu entrar com o pedido da segunda via do CPF e deixar a Xerox no DETRAN.

Pois bem na sexta tive que concluir um trabalho da faculdade que me tomou o dia todo ai eu pensei “como La só fecha às 21 horas vou à faculdade entregar meu trabalho fazer a prova, que em media demoro no Maximo uma hora pra fazer e de La vou ao shopping” dava certinho meu plano se a prova não fosse de 10(deis ) questões todas dissertativas e sendo que tinha 3 textos para fazer(puts me lasquei) sai da faculdade as 20:30 ate consegui uma carona mais quando cheguei La era tarde, já tinha fechado aí deu!!! Com meu gênio maléfico pensei “como eu não entrei com o pedido do CPF não tinha como ir tirar no sábado o papai tava viajando só ia voltar domingo, vou dizer que tenho um conhecido que trabalha no DETRAN que vai me ligar na segunda e dizer que ta faltando uma Xerox e vou fazer tudo na terça quando cai a folga do trabalho, dava certinho, eita que meus planos são de gênio, ou melhor, seriam se não fosse o papai que a noite veio me perguntar pela carteira e querer ir deixar os documentos junto comigo,eu e a mamãe minha cúmplice conseguimos desdobrar ele ai ficou pra mim fazer tudo na terça-feira.

Hoje(terça-feira) acordei era umas 9 e pouco me arrumei tomei café com toda a calma do mundo afinal eu ia no correio aqui perto de casa da entrada no meu CPF depois ia ao shopping com todas as Xerox de lá ia fazer um teste voltaria para casa e a noite pra faculdade pronto meu dia estaria perfeito, entrei todo contente no correio quando o atendente pergunta “você deu entrada na segunda via do titulo de eleitor” pronto meus planos meu mundo tudo veio ao chão. Agora eu teria que ir ao TRE para entrar com o pedido da 2° via do titulo depois ir aos correios depois o shopping depois ao teste, puts e sem o papai perceber mas como ele parece que tem um radar na hora que desci do ônibus quem me liga..., Ele perguntando aonde eu estou para me dar uma carona ao shopping na hora tive minha pausa de 5 segundos estratégica “to resolvendo um probleminha aqui na agencia quando terminar é que vou” é realmente a frese não foi bem bolada mais foi o que saiu de 1° depois ele falou para mim ligar pois se ele ainda tivesse no centro me daria uma carona, mais uma coisa pra mim me preocupar ELE TÀ NO CENTRO(acho que já era hora d’eu me desesperar) fui ao TER La um cara morto de “delicado” me atendeu EME deu a declaração que eu queria fui correndo ao correio quando entrei e perguntei se tava tirando o CPF “o sistema ta fora do ar” ai nãooo e agora, pelo menos a atendente me deu esperança que 11:20 ia voltar á agencia pra resolver sobre uma permissão para o teste, isso deu certo de 1° pra aliviar a barra voltei ao correio o sistema já tinha voltado, fui caminhando pela Frei Serafim resolvi ligar para o papai pra lhe perguntar por onde ele anda cai na besteira de pensar que por ele esta no horário de trabalho só ia me deixar no shopping, liguei e fiquei esperando no Bompreço ele me pegou e fomos ao shopping eu tava pra entrar em desespero no carro por que pela conversa dele ele ia ficar comigo ate eu terminar tudo para irmos para casa, ai ele ia descobrir que tudo era mentira!!!

Quando chegamos ao shopping desci do carro quase que correndo para resolver o mais rápido possível justamente para que ele não vice que eu não tinha nem dado entrada com os papeis, idiotice a minha, mas o pior que deu “certo” a menina que atende lá mora no meu bairro próximo aqui de casa pronto me entrosei logo com ela o papai ainda perguntou pela foto da carteira e ela falou que não precisava porque era segunda via e eu já tinha tirado sem contar que o sistema também estava fora do ar deu tempo pra mim passear, ligar pro povo, lanchar e depois voltar pra fazer a carteira. Ufa essa eu escapei, agora não sei dizer se a minha cara-de-pau é tão grande assim ou minha dissimulação é maior pois colocava uma mentra encima da outra.

9 de maio de 2008

Cartas


Às vezes mandar email é bem mais rápido á quem diga ate mais pratico, para o mundo em que vivemos hoje que tudo é rapidez e praticidade vem bem a calhar, bater papo no MSN ligar a CAM é coisas muito normais e diárias, agora te pergunto faz quanto tempo que você não pega uma caneta um papel e transcreve tudo o que você ta sentindo ou o que tem vontade de falar?
Não sendo uma pessoa antiga ou retrógada mais acho que nada supera uma boa carta ou quem sabe um bilhetinho, pena que não podemos colocar musicas e todas as outras coisas que cabem em um email, mas garanto se você fosse a caixa de correio nesse exato momento e La estivesse um envelope direcionado a você sendo ele remetido por alguém que seja muito especial á você, o que você acharia disso?
Pegar aquele envelope sentir e textura do papel abri e sentir o cheiro da pessoa e ver pela letra que foi escrita com muito carinho e dedicação de alguém que por alguns minutos parou o corre-corre da vida e dedicou aqueles minutos só á você, sei que escrever bonito não é virtude de todos mas palavras de carinho de afetos todos gostam de receber.
Ter aquele pequeno pedacinho de papel, ou quem sabe aquele tempinho que a pessoa dedicou a você, querendo saber como você ta ou contando lhe algo que acha que seria de interesse seu, quem sabe compartilhar uma alegria ou desabafo da dor ou da angustia de estar longe. Guardar aquela lembrança, sentir saudade, em um dia de ócio sentar e reler todas aquelas lembranças aquecer o peito daquele tempo bom que agora cheira a morfo e se pega com cuidado para não desmanchar.
Sou adepto á uma boa e velha carta

26 de abril de 2008

amigos

Eu estava me perguntando como será tudo daqui a uns 10 anos, será que ainda estarei vivo, conseguirei realizar todos os meus sonhos, será que terei laços com meus amigos de agora ou se perderão no tempo e serão só lembranças como tantos outros que já passaram como por exemplo meus amigos de Parnaíba o Tailson, o Davi, o ET as vezes sinto falta deles lembro como era bom aquela sensação de liberdade que tínhamos, os passeios de bicicleta a educação física, irmos todos a casa de um do grupo pra passar a tarde brincando jogando conversa fora ou mesmo vendo revistas impróprias as escondidas, o tempo passa e nos crescemos... Sinto falta de vocês não tenho mais noticias deles como ficaram se já se casaram ou o que esperam da vida.

Para ver como as coisas mudam não vou muito longe olho ao meu redor amigos meus casando,inclusive serei padrinho de um deles isso me deixa muito feliz, mas ver nós que não temos a mesma simplicidade de antes onde nos contentávamos com coisas simples ou que cada um seguiu seu rumo se perderam na distancia, ou se resumem a alguns telefonemas frios na data de aniversario quem sabe no Natal ou no fim de ano, as vezes nem isso, ver que algumas amizades se reduziram a lembranças isso me dói, e dói bastante.

Só agradeço, pois ate onde sei ainda posso ter a esperança de rever todos eles ou saber noticia deles por terceiros queria todos bem próximo de mim poder falar que eles podem confiar em mim, dar meu ombro quando eles precisarem poder dar um abraço em algum momento difícil, ou quem sabe sorrir com eles, sinto muita falta.

24 de abril de 2008

Lembrando do meu tempo de quadrilheiro



Grêmio Recreativo Flor do Mamulengo era assim que se chamava o Grupo Junino que eu dançava nossa foram quatro anos dançando e uma trajetória que pra mim foi muito importante para o meu crescimento pessoal, quem entrou como dançarino sair presidente em quatro anos é muito, mas acho que meu crescimento maior não tenha sido como presidente, mas como diretor artístico onde puder me doar de corpo e alma ao um objetivo grandioso mais que não foi alcançado.

Participar desse grupo me fez ser mais desinibido, cumprir agenda não era fácil apesar de não sermos grandes estrelas tivemos noites que dançávamos 4 vezes, uma loucura mesmo com brigas descorçoe éramos um grupo feliz, pois tínhamos um objetivo em comum VENCER, eu como parte da Diretoria comprávamos uma luta não muito fácil e árdua para por na quadra a nossa esperança de todos os anos sermos vencedores e mostrarmos o resultado de todo um ano de trabalho, corre atrás de patrocínio e pegar vários não's realmente não e fácil mais ver todos reunidos em prol de um ensaio ou aqui em casa terminando de fazer os bordados ou os adereços das roupar era o que dava estímulos para que levantássemos a cabeça e no outro dia fossemos atrás de novos horizontes.

Posso dizer com toda a segurança do mundo que fecho meus olhos vejo todos com a cara de nervosos sinto o mesmo frio na barriga de antes das apresentações e toda a minha empolgação de estar ali dançando ser o Rei coordenar o grupo ver meus paços serem acompanhado por todos, e no fim ouvir os aplausos o suor no rosto o arrepio na espinha e a satisfação do dever cumprido, uma das melhores sensações que já tive na vida.

Hoje o grupo flor do mamulengo continua, não com os mesmo integrantes mais com o mesmo propósito, tenho o orgulho de ter ensinado muitos do meu tempo e ouros que continuaram, tiver parcerias que vão ficar pra vida toda como o Ismaias meu "primo" mais velho nas quadrilhas mais que tocamos varias experiência um dos melhores dançarinos que conheci, AnaKelle minha rainha dois anos na corte uma parceria que deu muito certo pena que não ganhamos nenhuma medalha mais valeu o troféu da tua amizade, o Leo quem eu ensinei os primeiros passos e apostei muito no potencial, e outros como o bruno, a Rita minha irmã, a Marcela, a Marciane, a Cris e outros Acho que uma das pessoas que mais me ensinou nessa época foi o professor Bernardo apresar de não esta mais trabalhando com ele é uma pessoa que tenho admiração muito grande que sonha alto e não se desanima com os obstáculos meu "padrinho" meu conterrâneo.

Espero que o grupo continue por vários e vários anos e que eu quem sabe possa ter a chance de voltar mesmo que não seja pra dançar mas para voltar a ter o sonho de conquistar o 1° lugar e levar o nome FLOR DO MAMULENGO de novo ao topo onde é o lugar dela

17 de abril de 2008

Ser modelo

Pois é, dizem que não devemos desistir de 1° como algumas pessoas já devem saber eu já tentei uma carreira de modelo ano passado, eu considero um fiasco passei algum tempo numa agencia mais não fiz trabalho algum, ou melhor, fiz, mas foi convite de fora de conhecidos e tal, acho que fiquei lá 3 ou 4 meses que não me levaram a lugar nenhum a não ser a alguns testes que só criavam expectativa e frustrações após um belo e categórico NÃO mais nada que me fizesse desistir do meus objetivos.

Após ver que eu não me enquadrava no quadro de modelos que aquela agencia queria, ou decepções seguidas de testes com resultados negativos, enfim, minha carreira não emplacou. Então resolvi parar e vi que continuar estudando e num futuro não muito distante (eu espero) que a carreira de jornalista me dê um retorno muito maior que a de modelo.

Não sei se meu “estrelismo” é maior que meu senso, mas após alguns convites e alguns desdobros meus para com a dona de uma agencia daqui eu resolvi tentar novamente, é agora que você diz assim “Eu sabia que tu não ia desistir”(risos). Pois é concordo com você, essa semana fui fazer minha matricula para o curso que nunca tinha feito acho que será bom pelo menos minhas expectativa são as melhores afinal meu Egocentrismo é maior que aqueles NÃO’s lá do começo.

Vejo a possível carreira de modelo como uma chave que pode abrir ou não as portas na carreira de Jornalista, ou quem sabe me lançar na mídia do estado, não almejo grandes feitos nessa “carreira” mais queria ser reconhecido pelo meu trabalho que faço com muito carinho e digamos que amor também, quem me conhecer realmente sabe que gosto disso, a situação de ser visto por ai e ser reconhecido e ser parabenizado por algo que você já tenha feito é muito boa, é já senti isso quando ainda dançava (cinco anos em Um grupo Folclórico) e ate hoje sou reconhecido por algumas pessoas porque mesmo não dançando mais continuo acompanhando esses movimentos que eu amo.

Então, é assim já tentei dança, teatro, esporte, e ser modelo não desisti de nenhum dos outros só dei uma pausa estratégica, mas a vida tem dessas coisas quem sabe se dessa vez eu num emplaco? Não quero muita coisa, só quero algo me satisfaça meu ego e engrandeça minha alto estima que a alguns dias atrás não estava uma das melhores, espero que dessa vez de certo .

14 de abril de 2008

diferente

Não sei porque me acho tão diferente das outras pessoas, tento viver minha vida vendo o que Deus me deu sem me preocupar tanto com o que preocupa á todos.Gosto de ver so sol se por por traz da ponte metalica quando o onibus lotado entra na Maranhão, olhar o rio, que agora ta cheio, ver o reflexo dos poste de Timon em constraste com a vermehidão do céu do entardecer, ver a barca atravessando o Parnaiba lavando os trabalhadores.

Gosto de andar no cereno ou na chuva sentir as godas geladas escorrer no meu rosto e pensar... andar de cabeça baixa ver a correntesa da chuva nas pedras da rua formando pequenas corredeiras e levando a vida embora mesmo que nimguem perceba, Ou quem sabe sentar no terraço, na cadeira de espaguete branca, tomar um café quente e ver a chuva cair lembrar do interior do bolo feito pela Mainha ou do milho verde cozido na Semana Santa.

Sentar numa roda de amigos tomar um bom vinho fazer planos levianos quem sabe, relembrar do passado ou quem sabe dos amigos que não puderam estar lá, converçar, jogar converça fora falar sobre tudo amor, dor, enfim se conhecer amar meus irmãos falar de futuro mesmo sendo ele incerto á todos ou quem sabe me isolar escultar Cazuza tomar meu vinho e chorar a noite toda.

Não tenho planos de viver muito para que não fique chato, quero sempre poder ver o por-do-sol, sentir a chuva cair e molhar os pés nas poças, chamar meus amigos compartilhar minha vida com eles falar besteira tomando vinho ate o dia amanhecer e ter a esperança que tudo continuara assim.

11 de abril de 2008

Onde esta o dragão???



Essa foto foi eu que tirei, depois que a vi grande notei que as nuvens formam um dragão, nesse Por do sol lindo la do Maranhão!!!

10 de abril de 2008

Um gole d'agua no caminho

O sol estava quente afinal já passava do meio dia e do meio da caatinga entre os espinhos e os galhos secos surge aquela figura, magro e fransino no seu rosto marcas de outros verões e tantos anos nessa labuta constante, e nos olhos a esperança de dias melhores, o suor escorre por sua testa uma ultima conferida na cabaça, seca, a agua acabou.

O calor a exaustão e agora a sede lhe atormentam os pensamentos e a caminhada ainda é longa, ao longe uma pequena poça d'agua, o que restou de uma lagoa. è o jeito_ pensou elee foi se aproximando com seus passos firmes entre os galhos e os espinhos, Afinal chagou áquele asçode em meio ao deserto,A agra era barrenta e suja era sua ultima opição abaixou-se diante a pequena lagoinha, molhou o rosto dandolhe uma sensação de frescor. Abaixou-se mais um pouco agora sua boca encosta na água, encheu a boca um gole em seguida outro e mais outro.

Emfim estava satisfeito e encheu novamente a cabaça levantouse e partiu entre os galhos e espinhos naquele sol ardente porque afinal a caminhada é longa.


Esse texto foi para a minha prova de Oficina de texto jornalistico, valia 3 adivinhe quanto eu tirei... 3!!!!

8 de abril de 2008

“Mais uma vez, com fé em Deus um dia isso acaba”

Não sei se a palavra mais aconselhável agora seria revoltado ou decepcionado com tudo que acontece. Vou contar a vocês uma historinha, nessa terça dia 02(dois) eu e minha turma, ou parte dela, fomos a uma palestra sobre comunicação. A palestra em si, até que foi muito interessante, nesse dia tinha chovido muito, ou melhor, quando saíamos do teatro ainda estava chovendo e para nos ajudar uma colega de turma nos deu carona ate uma parada de ônibus a qual, diga-se de passagem, seria a “mais segura”, por se tratar da avenida central do bairro e perto de estabelecimentos comerciais nos quais havia gente na porta. De fato sabíamos que o bairro não é um dos mais seguros daqui da cidade, mas, afinal de contas, ainda era aproximadamente entre oito e nove horas da noite e uma avenida movimentada.
Pois bem, estávamos há um tempinho na parada, quando de repente vieram dois meliantes e “pediram” nossos celulares e dinheiro. Não se contentando, eles levaram minha mochila com alguns objetos pessoais (agenda, caderno, documentos, etc.) e nos ameaçando com uma arma de fogo e gerando ameaças como “te cala que sou menor, se eu te chumbar num acontece nada comigo”, foram alguns momentos de tensão. Ainda bem que passou e não fomos agredidos fisicamente, graças a Deus, em seguida atravessamos a avenida para procurar abrigo da chuva ou algum lugar para em que não ficássemos no mesmo local do acontecido. As pessoas que estavam no estabelecimento foram muito atenciosas e preocupadas conosco. Após alguns minutos, passou uma viatura que parou após as chamadas das pessoas e nos levaram para dar uma busca para, quem sabe, achar os meliantes que nos furtaram, todavia, infelizmente nada. Seguimos, depois para a Delegacia.
Sim, até ai tudo bem, para quem já foi assaltado, isso pode-se dizer que foi um fato corriqueiro. Para mim foi, porque, afinal após ser assaltado 5(cinco) vezes, você nem tem mais esperança de que não ocorra mais ou reação a tal fato. Continuando, mas o fato de uns 10(dez) minutos, no máximo, antes do fato acontecido, bem na nossa frente, passou uma viatura da policia. Coincidência? É, e logo após uma viatura do RONE o “BOPE”, daqui também passou. Agora, me pergunto: As viaturas são apenas para passeio, pois quando entramos para dar uma volta com os policiais, eles já tinham mais ou menos noção dos possíveis lugares onde procurar. Pena que foi uma busca em vão.
E se não bastasse, ao chegar à delegacia e pedir para um dos senhores que assistia à novela com muita atenção para emprestar o telefone para que eu liga-se para minha casa, para avisar o tal fato a resposta foi “ O telefone daqui não liga, só para ramal, ali fora tem um orelhão”. Não sei o que ele pensou, afinal eu tinha acabado de ser assaltado e me levaram tudo. Como ele queria que eu ligasse? Então novamente tive que sair à rua para ligar e, detalhe, que nem o telefone (orelhão, pois segundo ele o da delegacia não liga) não estava prestando. Tive que caminhar até a outra esquina para, enfim, conseguir ligar para avisar o acontecido e pedir para que fossem me pegar lá, pois já ia esquecendo um detalhe (ironizando) na Delegacia não tinha ninguém que pudesse registrar meu B.O. Afinal, o Cara que deveria estar de Platão (para mim, se ele estava de Platão teria que ficar lá direto) tinha dado uma saída para casa, a fim de jantar. Então, esperamos... Esperamos... E esperamos, e nada. Resolvi voltar depois, porque necessitava do B.O. para retirar novos documentos .
Sei que isso não mudará ou trará minhas coisas de volta, pelo menos fica meu protesto. Não sei, se de forma devida, mas demorei 3(três) dias para escrever, afim de que não colocasse tantas besteiras, todavia falar desse fato, que desde que vim para esta cidade ficaram rotineiros, afinal estou aqui há 7(sete) anos e já fui assaltado 5(cinco) vezes, não é me vangloriando, pois não desejo isso a ninguém, porque uma das piores coisas é ver uma arma apontada para você sem saber se o louco do outro lado vai ou não apertar a porra daquele gatilho ou será só um blefe dele. E nem criticando o bairro dos outros, pois já fui assaltado na minha rua, contudo mostrar aqui minha revolta por parte desse mundo onde vivemos que não temos mais segurança, nem mesmo em nossa casa que ficamos pela segurança de Deus e na esperança que um dia isso acabe.