"Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei" (Salmo 91)

19 de dezembro de 2009

Eu preciso de você




Márcio Greyck



Cansado, vejo a vida passar
Meu lugar ao sol, já cansei de esperar
O tempo, faz promessas e eu vou
Ando a toa eu sei pois me falta você
Por que, todo mundo precisa de alguém?
E eu preciso é de você.
Para comigo andar e para me entender
Eu preciso é de você
Pra continuar e tentar não me perder
Entenda, é preciso saber
Sem motivação, é difícil viver
A vida me ensinou a querer
Um motivo só e eu vou lhe dizer
Por que, todo mundo precisa de alguém?
E eu preciso é de você.
Para comigo andar e para me entender
Eu preciso é de você
Pra continuar e tentar não me perder
Por que, todo mundo precisa de alguém?
E eu preciso é de você.
Para comigo andar e para me entender
Eu preciso é de você
Pra continuar e tentar não me perder

16 de dezembro de 2009

Mendigo José

Faz dias que não escrevo quando atualizo o blog é que peguei algumas coisas da net nem vou me justificar porque se eu falar que foi por causa do tempo corrido vou mentir se falar que não tem acontecido nada vou estar emitindo um monte de coisas.
Mas queria que vocês (que me acompanham) soubessem de uma historinha que aconteceu essa semana comigo, pois bem sem mais demora vamos a ela:

Ontem terça feira é dia de Novena a Nossa Senhora do Perpetuo do Socorro na Igreja da Vila Operaria aqui em Teresina, quando morávamos em Parnaíba íamos toda quarta, ontem convidei mamãe para irmos afinal tava com tanto tempo que eu não ia à igreja em um determinado momento da missa acho que na hora da penitencia eu estava ajoelhado um senhor mal vestido com uma camisa vermelha e suja com uma chinela branca e outra preta entrou na igreja com uma vasilha na mão e sacolas na outra ele passou bem próximo a mim mas não tinha falou comigo após ter ido pedir para algumas pessoas que estavam próximos ele veio me pedia uma ajuda mas recusei a ajudar aquele pobre homem.

Quando ele falou próximo a mim senti um cheiro forte de cachaça e falei a ele que não ajudaria porque ele estava bêbado ele disse que não e que estava com fome e não tinha comido nada ate àquela hora eu disse que se ele parasse de beber o dinheiro dava pra ele comer, ele pediu roupa porque as que ele estava usando estavam sujas e rasgadas e não tinha chinelo eu respondi que não poderia ajudar, pois só tinha comigo a roupa que tava no meu corpo ai ele sorriu pra mim e disse que conhecia o céu, que lá era bom que lá ele não tinha fome e não precisava de roupas e perguntou se que queria conhecer o céu eu falei que já o conhecia e sabia que lá era muito bom.

Enfim entre outras coisas o pobre homem queria me convencer a ir ao Céu com ele que se eu quisesse ele me levaria na mesma noite era só eu falar que SIM teve uma hora que ele olhou bem fundo nos meus olhos e disse:
– Posso lhe contar um segredo?
- Pode sim senhor!
- Eu sou São José, não esqueça se quiser ir ao céu é só pedir pra mim
- Pode deixar não vou esquecer.

Ele depois disso pegou bem forte em minha mão e disse que eu era um bom Homem que não fazia mal a ninguém eu agradeci e fiquei de pé ele levantou quase que simultaneamente depois disse que já ia e me deu um abraço mesmo ele estando sujo e fedendo não importei dele me abraçar sabia que ele tinha falado tinha sido de coração depois saiu dentro da igreja pedindo ajuda ate que o perdi de vista. Desde ontem fiquei com isso na minha cabeça, dizem que deus esta em todo lugar quem sabe aquele mendigo não era um Anjo ou ate mesmo o Santo que ele falou que era  dizem que Deus esta em todo lugar e não devemos desprezar porque ele se  faz de mendigo para testar o coração das pessoas

10 de dezembro de 2009

Arvore Genealogica Complicada


Árvore Genealógica complicada

Mais uma do Veríssimo



Mãe, vou casar! Jura, meu filho?! Estou tão feliz! Quem é a moça? Não é moça. Vou casar com um moço. O nome dele é Murilo. Você falou Murilo... Ou foi meu cérebro que sofreu um pequeno surto psicótico? Eu falei Murilo. Por que, mãe? Tá acontecendo alguma coisa? Nada, não... Só minha visão que está um pouco turva. E meu coração, que talvez dê uma parada. No mais, tá tudo ótimo. Se você tiver algum problema em relação a isto, melhor falar logo... Problema? Problema nenhum. Só pensei que algum dia ia ter uma nora... Ou isso. Você vai ter uma nora. Só que uma nora... Meio macho. Ou um genro meio fêmea. Resumindo: uma nora quase macho, tendendo a um genro quase fêmea... E quando eu vou conhecer o meu.. A minha... O Murilo? Pode chamar ele de Biscoito. É o apelido. Tá ! Biscoito... Já gostei dele.. Alguém com esse apelido só pode ser uma pessoa bacana. Quando o Biscoito vem aqui? Por quê? Por nada. Só pra eu poder desacordar seu pai com antecedência. Você acha que o Papai não vai aceitar? Claro que vai aceitar! Lógico que vai. Só não sei se ele vai sobreviver.. . Mas isso também é uma bobagem. Ele morre sabendo que você achou sua cara-metade. E olha que espetáculo: as duas metades com bigode. Mãe, que besteira... Hoje em dia praticamente todos os meus amigos são gays. Só espero que tenha sobrado algum que não seja... Pra poder apresentar pra tua irmã. A Bel já tá namorando. A Bel? Namorando?! Ela não me falou nada... Quem é? Uma tal de Veruska. Como? Veruska... Ah bom! Que susto! Pensei que você tivesse falado Veruska. Mãe!! Tá, tá... Tudo bem... Se vocês são felizes. Só fico triste porque não vou ter um neto. Por que não? Eu e o Biscoito queremos dois filhos. Eu vou doar os espermatozóides. E a ex-namorada do Biscoito vai doar os óvulos. Ex-namorada? O Biscoito tem ex-namorada? Quando ele era hétero.. A Veruska. Que Veruska? Namorada da Bel... Peraí. A ex-namorada do teu atual namorado... É a atual namorada da tua irmã. Que é minha filha também... Que se chama Bel. É isso? Porque eu me perdi um pouco... É isso. Pois é... A Veruska doou os óvulos. E nós vamos alugar um útero. De quem? Da Bel. Mas logo da Bel ?! Quer dizer então... Que a Bel vai gerar um filho teu e do Biscoito. Com o teu espermatozóide e com o óvulo da namorada dela, que é a Veruska . Isso. Essa criança, de uma certa forma, vai ser tua filha, filha do Biscoito, filha da Veruska e filha da Bel. Em termos... A criança vai ter duas mães : você e o Biscoito. E dois pais: a Veruska e a Bel. Por aí... Por outro lado, a Bel, além de mãe, é tia... Ou tio... Porque é tua irmã. Exato. E ano que vem vamos ter um segundo filho. Aí o Biscoito é que entra com o espermatozóide. Que dessa vez vai ser gerado no ventre da Veruska... Com o óvulo da Bel. A gente só vai trocar. Só trocar, né? Agora o óvulo vai ser da Bel. E o ventre da Veruska. Exato! Agora eu entendi! Agora eu realmente entendi... Entendeu o quê? Entendi que é uma espécie de swing dos tempos modernos! Que swing, mãe?! É swing, sim! Uma troca de casais... Com os óvulos e os espermatozóides, uma hora no útero de uma, outra hora no útero de outra...Mas... Mas uns tomates! Isso é um bacanal de última geração! E pior... Com incesto no meio! A Bel e a Veruska só vão ajudar na concepção do nosso filho, só isso... Sei! E quando elas quiserem ter filhos... Nós ajudamos. Quer saber ? No final das contas não entendi mais nada. Não entendi quem vai ser mãe de quem, quem vai ser pai de quem, de quem vai ser o útero, o espermatozóide. .. A única coisa que eu entendi é que... Que...? Fazer árvore genealógica daqui pra frente vai ser foda!

12 de novembro de 2009


O ONDA JOVEM de cara nova, novo cartaz de divulgação de altoria minha, novas mudanças tambem no layout do programa agora lançando novas musicas e novas bandas Piauienses então se você quer divulgar sua banda não esqueça de add nosso msn ondajovemthe@hotmail.com e nos procurem tambem no Twitter http://twitter.com/ondajovemthe

E não esqueçam todos os sabados de 11 ao meio-dia na FM Cultura Teresina(107.9) o programa onda jovem um programa da SEMJUV em parceria com a PMT e a FM Cultura

29 de outubro de 2009

Pais criativos é outra coisa

Tava aqui na net, pra ser mais exato no twitter e vi essa imagem que achei muito legal espero que vocês tambem achem.

Pra galera que não vê direito o gemeo da esquerda tem na camisa "Ctrl + C" e o da direita "Ctrl + V"

25 de outubro de 2009

Quem sabe faz ao vivo

Ontem foi um dia perfeito para aquela velha historia quem sabe faz ao vivo, vou contar á vocês minha Odisséia de ontem no programa que co-apresento com meu amigo Cloves Costa na Cultura FM aos sábados.


E pra contextualizar melhor meus caros leitores vou falar um pouco do programa: O PG Onda Jovem, é um programa feito pela secretaria municipal de juventude em parceria com a prefeitura municipal de Teresina é veiculado na FM cultura. Já estamos no ar desde junho sempre eu e Cloves atuando La na apresentação do programa que é um programa de jovem para jovens, nesse tempo já tivemos alguns problemas técnicos como nos microfones, no ar-condicionado do estúdio, falta de entrevistados problemas nas matérias entre outros.

Mas ontem foi demais minha odisséia já começa na hora que sai de casa, por falta de créditos tive que ir colocar créditos no meu Green Card ( Vulgo Passe verde) fui por aqui no posto do bairro caminhei tanto e quando chego La ainda tava fechado com uma placa bem grande escrito “CRÉDITOS SÓ NO SETUT” como eu ainda tinha um misero credito eu fui pegar meu bus ao centro ai desci na parada mais próximo do SETUT so que estava fechado também ai mais uma caminhada ate a radio mesmo todo suado e com sede tava animado pra fazer o programa porque tinha ficado ate mais de 1 da manhã editando matéria para levar na manhã seguinte pois bem, passei no estúdio e dei um Oi e fui para a Sala do Neto onde preparamos o play list, quando chego na sala ela simplismente esta trancada ai volto ao estúdio e pergunto ao Sanatiel porque a sala ta trancada ai ele me responde que o neto ta de férias Eu o questiono onde vou fazer o play list porque já era quase 10 e meia e nada do Cloves chegar, a resposta dele é tão simples mas ao mesmo tempo me deixou desesperado, ele olha pra mim e fala “nesse computados aqui” Eu “mas tu ta fazendo o programa?” Ele “vou fazer o seguinte, termino o programa 10 minutos antes e coloco um bloco de musica ai tu entra depois” Eu “ta bem” ai sai pra beber água e relaxar.

Fiquei andando pelos corredores do Saraiva Center e pensando "Cadê o Cloves” mas achei melhor ficar pensando como eu faria o programa sem ele, quando faltava 10 pra 11 horas volto para o estúdio Sanatiel encerra o programa dele e me libera o PC, ai vo fazer o play list só que Cloves começa a me ligar pra tentar fazer um ao vivo que não da certo porque a linha do estúdio tinha dado problema um dia antes, eu tentava selecionar as musica afinal era menos de 10 minutos pra fazer um programa de 1 hora tava tentando fazer meu trabalho rapidão mas quando dei por mim o spot de Hora certa já era 11 e 6 tava na hora tava fechando o 2 bloco de 4 mas era o jeito chamei o Sanatiel pra operar enquanto eu apresentava ele entrou no estúdio ai entramos no ar detalhe que optei por ficar em pé ao lado do Sanatiel para poder fazer alterações nas musicas e poder ficar On na net.

Enfim já estávamos no ar, fiz a escalada e já entramos com musica, inclusive uma estréia da banda Tereza Fiona enquanto a musica tocava eu entrava nas paginas On do programa(twitter/MSN e email) proto já foi a primeira eita e agora voltei e falei logo a outras duas musicas foi um pulo pra acabar ai falei da banda (tinha recebido o material deles via email, me atrapalhei no começo mas agora já era) fim do 1° bloco rapidão e agora já era o 2° como já era de costume só coloco as sonoras sem off eu o Cloves conversamos no estúdio e colocamos as sonoras para complemento da matéria mas agora era só Eu, era o Jeito e fiz sozinho eram 6 sonoras e uma musica para esse bloco pois no final dele já ia anunciar o nosso entrevistado o cantor Quaresma da Banda Validuaté pois é mais ai, cadê o cantor?

As sonoras entrama no ar quando já estava na 5 eu liguei pra ele já desesperado “Quaresma cadê você meu filho?” “calma João já eu chego to caminhando indo praí” “Sanatiel cara tira essa musica ai do validuate e coloca Teófilo pra tocar agora depois das matérias” enfim bem na horas que as sonoras acabaram Chega meu entrevistado ai chamei a musica do Teófilo quando a musica acabou falei que ele(quaresma) já estava no estúdio que no próximo bloco ele ia nos dar entrevista mais um bloco comcluido.

No 3° bloco abrimos com “A lenda do peixe Frances”(essa musica bomba demais) a entrevista foi bem divertida falamos da banda e da Cumbucada Derradeira uma festa que aconteceu ontem a noite onde Validuaté ia tocar como o fone não estava prestando abri a perguntas no MSN (falando nisso é: ondajovemthe@hotmail.com, podem add) final do bloco mais uma do Vali 4° e ultimo pra despedir da galera dar o alôs e os lembretes e agenda entre mortos e feridos se salvaram todos o programa não foi perfeito mais foi ótimo a experiencia desse “sozinho” foi bem melhor duque a vez passada.


Então você que mora aqui em Teresina não perca todo Sábado de 11h ao meio dia o programa Onda Jovem na FM Cultura (107.9) participe também online no MSN e no nosso Twitter: http://twitter.com/ondajovemthe

24 de outubro de 2009

DIFERENTES MANEIRAS DE CONTAR A MESMA HISTÓRIA NA IMPRENSA

Chapeuzinho Vermelho na imprensa


JORNAL NACIONAL
 (William Bonner): "Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem...".
(Fátima Bernardes): "... mas a atuação de um caçador evitou uma tragédia".

 PROGRAMA DA HEBE
 (Hebe Camargo): "... que gracinha gente. Vocês não vão acreditar, mas essa menina linda aqui foi retirada viva da barriga de um lobo, não é mesmo?"

 REVISTA VEJA
 Edir Macêdo sabia das intenções do lobo.

 REVISTA CLÁUDIA
Como chegar à casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho.

 REVISTA NOVA
Dez maneiras de levar um lobo à loucura na cama.

 FOLHA DE S. PAULO
ESCÂNDALO: dono da Record era amigo intimo do lobo!

 O ESTADO DE S. PAULO
Lobo que devorou Chapeuzinho seria obreiro da Igreja Universal.

 O GLOBO
Universal apóia ONG do lenhador ligado ao Bispo Edir Macedo que matou um lobo pra salvar menor de idade carente.

JORNAL MEIO NORTE
Avó de Chapeuzinho nasceu no PI.

 AGORA
 Sangue e tragédia na casa da vovó

REVISTA CARAS
(Ensaio fotográfico com Chapeuzinho na semana seguinte)
 Na banheira de hidromassagem, Chapeuzinho fala a CARAS: "Até ser devorada, eu não dava valor para muitas coisas da vida. Hoje sou outra pessoa"

PLAYBOY
 (Ensaio fotográfico no mês seguinte)
Veja o que só o lobo viu.

 REVISTA ISTO É
Gravações revelam que lobo foi assessor da Igreja Universal.

 G MAGAZINE
 (Ensaio fotográfico com lenhador)
 Lenhador mostra o machado

SUPER INTERESSANTE
 Lobo mau! mito ou verdade ?

DISCOVERY CHANNEL
Vamos determinar se é possível uma pessoa ser engolida viva e sobreviver.

RÁDIO PIONEIRA
Carlos Said) Escuta Dídimo: o lobo pa....pou....até o galo gari...jó

21 de outubro de 2009

Lembranças de futebol



Hoje quarta-feira dia de jogão na globo, dá é raiva chegar em casa dia de quarta porque não tem nada que preste na TV, mas o assunto não é direcionado a isso, hoje quando vinha voltando da faculdade vi alguns garotos jogando bola ai lembrei do meu tempo de molecote quando ia pra casa da tia Sônia pra ir jogar bola no “beco” com os meninos da vizinhança nunca fui muito bom em futebo, não sei se porque sempre fui preguiçoso, ou porque nunca corria o bastante pra isso, sempre fui magrinho biótipo de garoto travesso mesmo mas nunca fui muito de futebol, lembro que também sempre andava com as “tampas” dos dedões arrancadas, arrancada nas pedras do calçamento.

Outra Coisa que acho que eu não combinava muito no futebol é que meu pensamento nunca foi tão ágil ao ponto deu pensar rápido o bastante pra elaborar passes, drible etc. e não tinha agilidade o bastante pra “pegar” no gol, e ainda sem contar minha pontaria que não era (nem é) uma das melhores então sempre era escanteio. Outra e não menos comedia é meu azar que era uma coisa constante na minha infância já quase quebrei o pé, já quebrei a testa, sem contar os objetos quebrados tudo isso jogando bola.

Mesmo jogando mal, era tão bom aquele futebol improvisado na calçada, no beco, ou mesmo na garagem da casa do tio Ronaldo, no sol quente que agente nem ligava. Depois que vim morar aqui (THE) não joguei mais bola, nem tenho mais contatos com os meninos da rua da casa da Tia Sônia, mas guardo nas lembranças e na cicatriz na testa essas lembranças daquele futebol.

20 de outubro de 2009

Fim de semana



Fim de semana em Canidé não foi as mil maravilhas mais foi bom ter pssado esse tempinho em familia apezar que papai ficava mais na igueja doque no Hotel e a Rita dentro do quarto, apezar do stress dela porque não fomos a Fortaleza como o combinado e mamãe querendo (como sempre) fingirque estava tudo bem.
Não tenho muito a declarar sobre esse fim de semana não sai, so para churascarias e igrejas, enfim não virei santo nem mesmo me confessei mas seila parece que voltei com a alma mais leve e com as baterias renovadas pra quela velha rotina de sempre aqui em the.

Essa foto eu mesmo tirei é no salão superior do hotel é um charme pois toda a sala é decorada com moveis antigos e rustico(quem for á Canidé Indico o Hotel Aquarela Palace).

18 de outubro de 2009

Fim de semana em Canidé

Este fim de semana estou em Canidé, Para quem não conhece é quase a Meca nordestina onde varias pessoas do Nordeste vem a catedral de São Francisco da Chagas mais conhecido como são Francisco do Canidé.

Vim com meus pais e minha irmã, já tava com uns 2 anos e meio a 3 anos que tinha vindo aqui o hotel que ficamos a primeira vez tava lotado como quase tudo aqui nesta cidade. Dessa vês ficamos no “Aquarela Palace” eu recomendo é legal, muito bonito e fica bem perto da basílica de São Francisco.

Quando chagamos mamãe ate se admirou porque como já passou os festejos daqui era pra ter pouca gente mas ontem quando estavam,os jantando o garçom falou que é sempre assim o mês de outubro todo. Nesse momento to aqui na “mini-lan” do hotel apreciando a vista lá fora e um ventinho que esta correndo.

Abraços e boa tarde de domingo a todos!

16 de outubro de 2009

Mais um ano

Mais um ano na minha vida, agora 23. Então oque eu fiz?
Esse ano foi de muito proveito tanto na vida profissional quanto na pessoal mas passou rapido(muito rapido).
Estava desempegado, fui Jesus, apresentei um quadro na Tv, agora to trabalhando to em um programa de radio, meio que de saco cheio da facul(de algumas pessoas Da facul) mas assim mesmo to levando mesmo no meio do ano tendo trancado e me arrependido logo depois.
Firmei algumas amizades recuperei outras, comecei a falar a verdade a MINHA VERDADE.Uma das Coisas mais importante que consegui conquistar esse ano foi o AMOR graças a Deus tenho Vc ao meu lado cada dia que passa fico mais feliz.


Por fim, Parabens pra mim hoje dia 16 de Outubro to fazendo 23 anos!!!

15 de outubro de 2009

Devolta a facul


Emfim hoje resolvi dar o ar da graça na faculdade
rever meuas amigos minhas "pessoinhas" ja tava com saudade da turma. Apezar de não ter visto todomundo mas revi os que são mais proximos(Eva, Yako, Bell, Tiago, Erica, Herbert, Marly) para por os papos em dia na hora que cheguei so Bell e Ti tavam na mesa so dei um ou rapido poreuq ja tava quase atrazado pra aula Bell me falou as Novas rapidinho, Novas não muito boa, agora ela ta sem o book dela mas fora isso tava tudo beleza Ti disse que tava tudo bem. Subi logo antes que me intertese na converça e passase a vontade de assitir a aula mas naum adiantou muito quando abri a porta e vi que a aula era do Geraldo a vontade passou imediatamente entrei caladinho e sentei do lado da Eva(meu amor) cochicando ali baixinho ele foi me falando as news. Na hora do intervalo na mesa a galera quaze toda.
e o tiago que não parava de falar no meu Niver amanhã.

Enfim vê se arrumo ânimo para terminar esse periodo pois ja não aguento mais a minha sala e os mesmo professores.

Ps: Na fto Yako que não queria tirar foto e Eva(TENSA) lembrando alguma coisa IN OFF!!

9 de outubro de 2009

Semana Ceut

Hoje foi o encerramento da semana de comunicação do CEUT , pra mim teve muito proveito acho q ate mais duque as da FSA, não sei acho que por ser da instituição que eu estudo não dei tanto valor. Apesar de não ter participado de nenhuma oficina pois já fiz minha inscrição um tanto atrasada mas participei de alguns GDs e amostra de vídeos.

Como lá temos publicidade e jornalismo na área de comunicação ficava uma coisa meio confusa, pois cheguei a assistir GDs de Publicidade pensando no começo que eram de jornalismo. Ai agora você pensa nossa como Ele é burro não é isso, mas é porque o nome do GD era “mídias digitais” como eu iria adivinhar que era de publicidade... E começo era falando de paginas na internet depois que foi pro lado da publicidade ai ficava meio chato eu sair de lá e procurar outra sala.

Mas para mim hoje foi o melhor dia foi hoje o GD foi muito bom com o pessoal do “interferência” as terças-feiras, sete horas da noite e reprisa às duas da tarde de sábado, no canal 2 aqui em Teresina um programa que eu gosto sempre que estou em casa assisto (poucas vezes, meus horários não batem muito) mistura informação, entretenimento, musica, cinema etc.

Para quem me conhece particularmente sabe que sou fã (os quatro pneus e mais o step) arriado pelo programa profissão repórter e hoje tive a chance de conhecer ao vivo FELIPE GUTIERREZ e MARIANE SALERNO. Ele ate falou umas besteirinhas coisinhas básicas que agente aprende no 1° e 2° período de jornalismo ou ate mesmo em publicidade mas foi muito bom a palestra em si, eles não por serem grandes jornalistas porque tão começando carreira agora mas por ser fã do programa se não assisto na TV assisto no blog mas é muito bom ver falar “trocar” uma idéia apesar que foi rápido mas valeu a pena demais.


PS: Não recebi as fotos ainda quando receber penso se coloco so no Orkut ou compartilho com vocês blogueiros, abraços.

22 de setembro de 2009

Por que ter um amigo homem gay?

Porque homens gays sao:
- Companheiros: sempre dispostos a uma balada, seja uma vernissage, boteco, bar, viagem, etc.
- Elegantes, tem senso estético diferenciado e nao temem ousar no figurino.
- Sao muito alto astral e possuem senso de humor apurado, muitas vezes ácido, eu gosto.
- A grande maioria é sincero e fala na lata o que lhes incomoda.
- Sao inteligentes (independente da classe social) e até por conta de viverem em uma sociedade que nem sempre os aceita, tem uma visao mais aberta do mundo.
- Nao sao nada moralistas, caracteristica que acho importante, pois atrás de cada moralista há um ser nefasto, que julga os outros por suas próprias atitudes.
- Conseguem rir de si mesmos , o que pra mim demonstra seguranca e equilíbrio.
- Nao se deprimem, nunca vi um gay deprimido, claro que choram e se descabelam, mas nao dura muito, nao sei se escondem para chorar ou sabem que o que nao se pode resolver, resolvido está.
- Eles tornam o mundo mais colorido, mais plural.

16 de setembro de 2009

Sociedade Viva Cazuza passa pela pior crise

ONG que cuida de 22 crianças com HIV deixou de receber verba de emendas parlamentares.

Imagine gerir uma casa com 22 crianças e jovens, com idade entre 4 e 17 anos e que precisam de cuidados especiais. Lucinha Araújo faz isso há 19 anos na Sociedade Viva Cazuza, ONG que criou três meses após perder o filho para a AIDS e que dá casa, comida, roupa, escola, assistência médica e amor a meninas e meninos soropositivos - em sua maioria, sem pai nem mãe.

A entidade, em um imóvel em Laranjeiras, passa pela sua pior crise financeira. As despesas mensais somam R$ 60 mil, mas o dinheiro arrecadado com os direitos autorais de Cazuza, sua única receita, só cobrem 20% disso. A maior parte dos gastos é com pessoal, já que muitos profissionais dividem os quatro turnos de trabalho: cozinheiras, faxineiras, lavadeiras, enfermeiras. A dificuldade financeira levou à redução do número de babás.

Mas Lucinha não desiste. Por meio de ministros que conhece, quer marcar uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para pedir socorro. "Somos a única casa de apoio a soropositivos no Rio", diz. Além de Lula, ela está em busca de ajuda no meio empresarial.

O caixa da ONG só esteve cheio nos anos de 2004 e 2005 - o sucesso do filme Cazuza - O Tempo Não Para, de Sandra Werneck, lhe rendeu R$ 400 mil. Nos últimos cinco anos, tudo desandou, porque a verba que chegava graças a emendas de parlamentares do Rio deixou de vir.

"A burocracia piorou", explica Christina Moreira, coordenadora de projetos da Sociedade Viva Cazuza, referindo-se a mudanças introduzidas pelo governo Lula.

O problema é que contribuições esporádicas não garantem o funcionamento de uma casa que não fecha nunca. "A AIDS saiu de moda, virou banal", diz Lucinha. Outra questão: muita gente tende a achar que, por ser de família rica, ela não precisa de ajuda. "Confundem pessoa física com pessoa jurídica e pensam: ?Por que ela não vende tudo e coloca o dinheiro lá??".



O Estado de São Paulo: 10.08.09

10 de setembro de 2009

A Lenda do Peixe Francês

Era uma vez um peixe francês
Soturno e muito triste,
se perguntava: será que existem
maiores mágoa que as minhas nestas águas?
Dia após dia imerso em agonia
Nadava e tudo o que via
Era a árvore verde e amarela
Na beira do rio e só pensava nela
Ainda a linda borboleta
Inteira feita de estrelas pretas
Que vislumbrou apenas uma vez
E tornou-se o grande amor do peixe francês
O peixe nunca tivera dores
Nem problemas com amores
Pois sua memória e consciência no mundo
Duravam sempre trinta segundos
Porém depois de ver aquele ser
Arcanjo rompendo seu casulo num pulo
Criou fixa idéia na mente
E amor e morte só sente
O peixe leva na lembrança
toda a pujança da paixão que arde
Desde aquela tarde
A borboleta parecia uma bela letra
No meio de negras constelações
E modernos aviões
Verão, outono, inverno e primavera
E a paz pro peixe não viera
Nem nunca mais apareceu
A borboleta que o entristeceu
“muito tempo tinha passado e a vida seguia
Com a alma fria, seu fado
Mas eis que durante a quinta estação do ano
O peixe avistou um ser humano
Assustado jamais tinha olhando gente
Assim frente-a-frente
Uma mulher entrou na água nua
Numa negra noite de clara lua
E o triste peixe percebeu no peito da moça de louça
A borboleta de estrelas pretas
As lágrimas do olho do peixe
eram feixes de emoções por todos os seus corações
Ele olhava a borboleta, mais bela que o som da clarineta.
Mexendo as asas como as algas de sua casa”
Depois de chorar de alegria
E conter o seu corpo em folia o peixe viu
A linda moça de louça
Serena saindo do rio
Com um riso no canto da boca
E achando assim a vida pouca
Lembrou que era o décimo terceiro mês
Época em que todo peixe francês
Vê o seu amor pela ultima vez.
Era uma vez um peixe francês
Era uma vez ...

(Valuduaté)

8 de setembro de 2009

Por-do-sol

Ontem vi um pôr-do-sol, nunca mais tinha parado para assistir esse espetáculo da natureza, vi as primeiras luzes dos postes ascenderem e as primeiras estrelas aparecerem nas minhas costas o degrade de cores: vermelho, laranja, amarelo não sei onde mas se misturava ate o azul da noite.

Foi um pôr-do-sol solitário quando dei por mim já estava em cima da hora, subi o mais rápido que pude ao ponto mais alto, ate onde meu medo foi. Após um cochicho no ouvido e um “NÃO” como resposta, simplesmente um copo de vinho. Quando cheguei lá o sol já tinha ido embora, fiquei a contemplar o seu rastro de luz e sua lembrança quente desses primeiros dias de setembro. Fiquei fazendo planos encimas das lembranças que se foram das ultimas tardes quentes esperando que meu amor cheque logo, gosto de vinho se misturava com raiva ou medo um leve gosto de canela na boca.

Vi a fumaça subir entre telhados e mangueiras e se perder no rubro do céu, o vento que não era mais tão quente como o da tarde. Desisti daquele copo de vinho, nada romântico, mas que me deixou com o choro engasgado então antes que o vento da noite gelasse meu peito desci para a sala ate que ficasse escuridão esperando meu amor subir na escuridão do meu silencio.

1 de setembro de 2009

‘Chaves’ comemora 25 anos no Brasil

Há 25 anos, um garoto que morava dentro de um barril estreava na TVS, atual SBT. Chaves, lançado por Silvio Santos a contragosto dos principais executivos da emissora, se transformou em um dos maiores fenômenos de audiência e popularidade da TV brasileira.

As bodas de prata entre a série criada por Roberto Gómez Bolaños e os telespectadores tupiniquins foi celebrada no último dia 24 de agosto. Neste dia, em 1984, Chaves debutava na TVS no folclórico programa TV Pown.

El Chavo del Ocho, título original da série, estreou em 1971 no México, exibida pela rede Televisa. A atração mostrava o dia-a-dia de uma vila em um bairro pobre.

Chaves, um garoto órfão que vivia dentro de um barril, convivia com Seu Madruga, desempregado que fazia bicos para sobreviver e criar a filha, Chiquinha, uma menina que adorava levar vantagem em tudo; com Dona Florinda, viúva que ainda acreditava que vivia em uma situação de riqueza e enchia de mimos o seu filho, Quico; com professor Girafales, que mantinha um relacionamento amoroso com Dona Florinda; com Dona Clotilde, a Bruxa do 71, uma senhora solteirona apaixonada por Seu Madruga; e com Senhor Barriga, dono das casas da vila que nunca era bem recebido quando chegava para cobrar o aluguel.

Durante os 25 anos de exibição, diversas vezes Chaves foi a carta na manga de Silvio Santos para enfrentar a concorrência. A série já foi exibida na madrugada, pela manhã, a tarde e até mesmo no horário nobre. Por várias vezes bateu a Globo. Seu maior pico de audiência foi de 36 pontos, em 1990.

Apesar do sucesso, Chaves foi retirado da programação do SBT em 2003. Mas a ausência foi curta. Um mês depois a série retornou, atendendo ao apelo dos fãs.

A repetição de episódios das primeiras temporadas e a falta de respeito com a ordem cronológica da exibição original nunca incomodaram a audiência brasileira. Pelo contrário. Em meados da década de 90, o SBT chegou a comprar os direitos de exibição de novas temporadas de Chaves, mas elas não agradaram o público.

Segundo os fãs, boa parte da graça dos episódios inéditos se perdeu sem os dubladores Marcelo Gastaldi (Chaves) e Potiguara Lopes (Professor Girafales), mortos em 1995 e 1993, respectivamente. Além disso, os episódios eram das temporadas de 1979 e de 1980, que já não contavam mais com Quico.

Intérprete do personagem, Carlos Villagrán deixou a série em 1978, após desavenças com Roberto Gómez Bolaños. Foi o primeiro golpe sofrido por Chaves. No começo dos anos 80, a atração não conseguia repetir o sucesso de audiência da década anterior.

Em 1988, com a morte de Ramón Valdés, vítima de câncer de pulmão, a série entrou em decadência. A ausência de Don Ramón, nome original de Seu Madruga, causou tristeza nos fãs.

Chaves terminou melancolicamente em 1992, sem um episódio final. Simplesmente parou de ser gravada, por causa da baixa audiência.


Publicado por Ale Rocha em 28 de agosto de 2009 poltrona.tv

30 de agosto de 2009

Um sabado para ficar na lembrança

tita parra



Tita Parra é neta de Violeta Parra Tita Parra Cantora e compositora chilena, Tita Parra. Tita Parra, neta de uma das mais conhecidas cantoras latino-americanas, Violeta Parra (1917 - 1967). Ela começou na carreira musical ainda criança nos anos 1960, influenciada pela família musical - por décadas, tocou violão e fez arranjos para os discos a mãe, Isabel, também cantora e compositora. Em seu trabalho próprio, Tita parte da canção folclórica chilena para a música do mundo, incorporando influências de jazz, blues, rock, funk e até bossa nova. Sozinha com seu violão, ela vai cantar músicas como Los Átomos e Jardineros, e de seu CD novo, EL CAMINO DEL MEDIO. Combinando ritmos, melodias e harmonias do jazz, blues, bossa, funk e pop rock, Tita vêm se destacando como uma das novas vozes da música chilena nos últimos anos. Apesar desta fusão de estilos, ficam evidentes as profundas e autênticas raízes chilena e latino-americana em suas composições livres e experimentais. Tita possui uma refinada estética musical que combina o acústico e o eletrônico, dando cores aos mais variados timbres da música mundial. Em suas canções, se percebe uma busca pela exaltação de valores verdadeiros, a sinceridade feminina, a sensibilidade em torno do social e da natureza, a celebração da vida e o compromisso vital pela liberdade, elementos que se encontram também na música de sua avó, Violeta Parra. BANDA TITA PARRA : EMILIO GARCÍA , guitarras Eléctricas. PEDRO MELO, Bajo, Acordeón, Teclados. RAÚL ALIAGA; Batería y Percusiones. ANTAR PARRA , Guitarras . ALINE GONÇALVES ( Brasil),Flauta y Clarinete.


Um Sabado para ficar na memoria, primeira entrevista internacional no programa Onda Jovem e a minha primeira tambem, Nossa devo adimitir á vocês que o nervosismo antes tava me corroendo por dentro, mas na hora foi muito bom. Ela é uma simpatia de pessoa super simpatica e muito pra cima e sem contar a perfeição que foi o show a noite foi muito bom mesmo quem não conhece esta perdendo... So me arrependo de não ter levado a maquina para registrar esse momento tão especial mas vai concerteza ficar guardado na cabeça para sempre.

PS: Antar Parra, filho de tita tambem é uma simpatia.

26 de agosto de 2009



Momento perfeito: Coca-cola, amigos, lage da bell, converças
Muito bommmmm
quem tirou as fotos foi o Tiago e a edição foi a Bell
abraços

23 de agosto de 2009

Nova pagina

Essa semana dei uma de “Maria vai com as outras” todo mundo tinha twitter só que eu não tinha, por não achar interessante e já ter o Orkut e o blog(que nem to atualizando com a mesma freqüência de antes) fiquei com medo de me sobre carregar de paginas na net e não dar conta de atualizações e sem contar minha privacidade vai lá pro espaço. Mas cada uma dessas paginas tem suas especificidades caso do Orkut os álbuns o ebbud, já o blog posso por meus textos coisa que não da pra por no twitter que é de mensagens mais rápidas e menores.



E para quem além de ser blogueiro é “Twitteiro” e se interessar em me ter no Twitter, é só me acompanhar

http://twitter.com/joaoolicar

Abração bom domingo a todos vocês!!!

21 de agosto de 2009

Falar em publico





Para quem já acompanha meu blog sabe que trabalho na SEMJUV(Secretaria Municipal de Juventude) semana passada tivemos o festival da juventude que aconteceu na praça do Liceu aqui em THE pois bem este post não é pra falar do meu trabalho ou dos projetos da secretaria vocês devem perceber pelas fotos que tive que falar em publico.

Queria falar um pouco da emoção de como foi esta La na frente daquele povo todo nossa da aquele frio na barriga em olhar pra multidão e ver que esta todo mundo olhando pra você e te ouvindo mas ao mesmo tempo é tão satisfatório e ainda mais depois quando as pessoas vem falar dar os parabéns ou coisas do tipo o reconhecimento do trabalho etc.

Mas só tem uma coisa que não gosto quando falo em publico acho que pelo nervosismo minha boca se transforma em uma metralhadora de palavras, acho que meus pensamentos ficam tão acelerados que perco a noção de velocidade em que falo as palavras e acabam saindo tão rápidas e criando certas cacofonias. Mas tem uma coisa boa lembro que antes lá pro meu 1° ano, ou antes, disso no colégio quando era pra mim falar em publico ou em seminários nossa minhas pernas tremia, minha mãos gelavam a região da minha nuca e das minhas orelhas pareciam que iam pegar fogo e sabe o fiozinho na barriga? Pois é esse que falei mais acima ele nem existia porque era como se eu tivesse um buraco negro na minha barriga era uma sensação horrível, mais é uma coisa que já esta sendo trabalhada ta com um tempinho.

Só queria compartilhar isso com vocês apesar do fato ter acontecido a uns dia atraso e meu blog esta super desatualizado mas é porque semana passada eu estava ocupado também, abraços a todos boa sexta-feira.

6 de agosto de 2009

Mudança de opção sexual?!

PARA CONHECIMENTO

Associação Norte-Americana de Psicologia declara: “É impossível mudar a orientação sexual por terapia”
Nesta quarta-feira, 5 de agosto de 2009, um comitê especial da Associação Norte-Americana de Psicologia (APA) apresentou relatório informando que ‘não há qualquer evidência que apóie a afirmação de alguns profissionais, de que a orientação sexual pode ser alterada por terapia’. O parecer foi de que ‘os profissionais de saúde mental não devem dizer aos pacientes que é possível mudar sua orientação sexual; em vez disso, devem explorar caminhos e possibilidades na vida que permitam acessar a realidade da sua orientação sexual’.

O documento foi apresentado publicamente em um encontro em Toronto e também online, no site da Associação: http://www.apa.org/pi/lgbc/publications/
Apesar de a maioria dos cientistas acreditar que a predisposição para a orientação sexual pode ter causas genéticas, muitos terapeutas vinham afirmando serem capazes de alterar a orientação de pessoas homossexuais, tornando-as heterossexuais. Por causa da controvérsia a respeito do tema, a APA formou um comitê especial em 2007 para revisar os documentos existentes a respeito nos arquivos da organização e também atualizar o relatório de 1997 sobre o assunto. Após dois anos de trabalho, foi publicado o relatório de 138 páginas.

O grupo de trabalho revisou 83 artigos científicos em inglês, publicados entre 1960 e 2007. A maior parte dos experimentos registrados tinha sido feita antes de 1978 e somente algumas experiências tinham ocorrido nos últimos 10 anos. Segundo a psicóloga Judith Glassgold, da Universidade de Rutgers, que presidiu o comitê, “infelizmente, muitas das pesquisas continham falhas sérias de procedimento. Poucos estudos podiam ser considerados metodologicamente corretos e nenhum deles avaliou sistematicamente danos potenciais aos sujeitos, causados pelo esforço da conversão”. Os danos em potencial incluem depressão e tentativas de suicídio.

Os estudos mais antigos e cientificamente rigorosos na área já apontavam ser improvável que a orientação sexual pudesse ser modificada por esforços nesse sentido. No máximo, alguns estudos sugeriram que alguns indivíduos podiam aprender a ignorar ou não agir conforme sua atração homossexual. Porém, mesmo esses estudos não indicaram precisamente em quem o método podia ter efeitos, por quanto tempo ele duraria e quais seriam seus efeitos de longo prazo na saúde mental.

Fonte: Los Angeles Times e site da APA
Versão para o português: Eduardo Peret

24 de julho de 2009

Pequenas Coisas

Pequenos gestos fazer a diferença, pequenas lembraças fazem você se sentir especial

To me sentindo assim hoje feliz, apaixonado, e correndo atraz de sonhos que daqui para o fim do ano tenho esperança de realizar

"a fraze pode não ser a que voc~e queria mais concerteza a intenção foi a mesma!

17 de julho de 2009

Meus Bons Amigos

Barão Vermelho

Meus bons amigos, onde estão?
Notícias de todos quero saber
Cada um fez sua vida
De forma diferente
Às vezes me pergunto
Malditos ou inocentes?

Nossos sonhos, realidades
Todas as vertigens, crueldades
Sobre nossos ombros
Aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar
No bem que fez prá mim
Assim, assim
Me fez feliz, assim...

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito...

Meus bons amigos, onde estão?
Notícias de todos quero saber
Sobre nossos ombros
Aprendemos a carregar
Toda a vontade que faz vingar
No bem que fez prá mim
Assim, assim
Me fez feliz, assim...

O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito
Não, não, não
O amor sem fim
Não esconde o medo
De ser completo
E imperfeito...

http://www.4shared.com/file/38906139/bdcd44b5/Frejat_-_Meus_Bons_Amigos.html

15 de julho de 2009

Esses dias

Desculpa meus queridos leitores desculpa nunca mais ter escrito nada á vocês não que não esteja inspirado e nem que eu esteja sem tempo só tava tentando por as idéias em ordem pra depois passar “todas” aqui para o blog, como às vezes falo pros meninos que tenho “idéias no liquidificador” porque são tantas ao mesmo tempo, que se misturam o tempo todo que fica complicado definir o que to pensando.

Então vamos lá essa semana fui à psicóloga, 1° vez que fui eu já queria ir a tempos mais não do jeito que fui e nem o motivo que eu fui mais valeu a pena acho que valeu mais pra mamãe duque para mim. Como estou de férias da faculdade fico em casa a noite e quando não estou no PC estou na TV assistindo “Caminho das índias” bem essa semana tava prestando atenção na Melisa (Critiane Torlone) que faz a mãe do Tarso(bruno gagliasso ) reparei nela algumas coisas bem Dona Suly á hiper proteção com o Tarso e se apegar sempre em alguma coisa que alguém diz só pra não ver o que realmente esta acontecendo(calma eu não estou esquizofrênico) outra personagem que eu sempre comparei a ela foi a Bree da minissérie “DESPERATE HOUSEWIVES” com suas manias de perfeições e de família perfeita.

Aproveitando que já falei que to de férias da faculdade você meu amigo leitor do meu blog que ainda não sabe vou tirar férias prolongadas de um período (eu espero) na faculdade vou voltar ao meu tempo de cursinho fazer vest no fim do ano ainda não decidi para que vou fazer mais provavelmente pra Historia ou literatura quando eu decidir falo á vocês. Também estou pretendendo fazer teste na escola técnica de teatro.

Uma coisa que to adorando é a nova minisérie da globo “Som e Fúria” acho mais engraçado que alguns amigos da net que assistiram falaram que lembraram de mim (agradeço pela lembrança) mas o que quero falar é do capitulo de ontem onde o Jax (Daniel de Oliveira) ficou “sabendo” que não estava no papel por ser um bom ator mas por ser uma pessoa que tem fama, no meu caso eu não sou/era bom ator mais tive que assumir o papel pelo tipo fisike que eu era parecido com o perfil proposto ao Jesus, mais graças a Deus me esforcei bastante pra provar que eu era capaz e deu tudo certo graças a Deus

Então por hoje é só a minha vida não esta tão movimentada mais ainda da pra postar toda semana!!! (risos)

Boa noite e um bom resto de semana a todos.

Ate a próxima postagem!

12 de julho de 2009

paraiso


Oiiiii esse fim de semana foi "MARA" fomos ao sitio paraiso, na foto ta Faltando a Lana, Laylla, e o Pedro abraçossss

9 de julho de 2009

Creme photoshop"

Amigo


"Um filho perguntou a mãe:
- Mãe, eu posso ir ao hospital ver meu amigo? Ele está doente!
A Mãe responde com uma pergunta:
- Claro, mas o que ele tem?
O filho com a cabeça baixa, diz:
- Tumor no cérebro.
A Mãe furiosa diz:
- E você quer ir pra que? Vê-lo morrer?
O filho lhe dá as costas e vai...
Horas depois ele volta vermelho de tanto chorar... dizendo:
- Mãe, foi tão horrível, ele morreu na minha frente!
A Mãe com raiva:
- E agora?! Tá feliz?! Valeu a pena ter visto aquela cena?!
Uma última lágrima caiu de seus olhos
e acompanhado de um sorriso, lhe disse:
- Muito, pois cheguei a tempo de vê-lo sorrir e dizer...
- EU TINHA CERTEZA QUE VOCÊ VINHA!!!"

7 de julho de 2009

Rita



Hoje é niver da Rita minha mana... Ta fazendo 24 aninhos ta "veinha" é, as vezes ela é chata mais sab como é "sangue" é um negocio serio mesmo ela sendo chata brigona eu a amo demais

Parabens muitas felicidade é so o que posso te desejar nessa data especial!!
Ps: Num é gata minha irmã!?

3 de julho de 2009

O que é cultura e oque é folclóre?

Então resolvi fazer essa pergunta pra algumas pessoas no MSN, olhem as respostas:
“cultura,ja generaliza e engloba tudo,em vários setores,como toda a arte em si,o comportamento humano,etc....já o folclore,isso sempre soube,que vem mais de tradição,que uma CULTURA passada de gerações,de cada lugar...e varia sua especificação...”
Larissa Damasceno
“não sei se estou a altura para responder, mas entendo que cultura é algo mais amplo, enquanto que o folclore é mais restrito.. o folclore seria um gênero dentro da cultura assim. folclore esta ligado a tradições repassadas oralmente, através dos mitos lendas e cultura abrange isso também mas vai além... por que cultura é todo um retrato de um povo...portanto o folclore esta dentro da cultura”
Jorge Lukar
“Cultura é praticamente tudo o que uma sociedade produz, de costume, de música, literatura, convenção, até brincadeira... aí folclore complica por que tem autor que diz que o termo é pejorativo e diminui a cultura popular. Sendo assim, folclore seria uma classificação dentro da cultura... é como se fosse cultura popular, no sentido de que ela é produzida pelas classes menos favorecidas”
Diane Nogueira
“Cultura é tudo aquilo que o ser humano produz qualquer manifestação como língua costumes hábitos e etc. E folclore é justamente parte dessa cultura é algo que existe em uma determinada regiao de cunho natural todo folclore é cultura, mas nem toda cultura é folclore”
Marcelo Brito
E agora você leitor me pergunta mais porque fiz essa pergunta e eu lhe respondo com todo gosto: Por que aprendemos que Cultura é aquelas coisas que envolvem dança, teatro, historias e que ela se divide em Cultura Popular e Cultura Erudita e Folclore só é trabalhado no colégio com sendo aquelas lendas que são só trabalhado uma vez por ano geralmente próximo a semana do folclore. E a uns períodos a traz na faculdade paguei uma matéria chamada “Antropologia” que define cultura como tudo que é produzido pelo homem, depois assistindo uma palestra do Prof. Sineia Santos que reforçava o que eu tinha aprendido em Antropologia com a professora Francisca. Depois vi em um texto na net que folclore são: as musicas, as danças tudo que é produzido em uma determinada sociedade e é repassado para as outras gerações. Ai veio à pergunta “mas afinal o que é folclore e o que é Cultura, e onde cara um se difere no meio social?”

Devo assumir que ainda não consegui chegar a uma resposta que conseguisse saciar minha sede dessa resposta mas vamos há resposta que eu consegui fazendo algumas pesquisa, lendo alguns livros e conversando sobre esse mesmo assunto. Cultura na visão antropológica é tudo que é criado pelo homem sendo essa produção pode ser em bens materiais (roupas, instrumentos, comida) ou bens psicológicos (comportamento, forma de falar, religião, etc). E que no Brasil seria muito complicado definir uma perfil da cultura tanto erudita segundo o Antropólogo Roberto da Mata no Brasil á a “Fabula das três raças” o Branco, o Negro e o Índio mais não é falado que dentro da etnia dos brancos há Portugueses, Espanhóis, Franceses e outros. Na etnia dos Negros e dos índios indivíduos de tribos diferentes de culturas diferentes. Então vivemos essa mistura e o Brasil sendo um país tão extenso como o nosso a cultura não se estabeleceu de uma forma homogênea em todo o território.

Já para Folclore seria tudo que é criado por uma sociedade físico ou psicológico, que seja transmitido de forma verbal ou não, mas que definam suas origens que pode sofrer alterações ao longo do tempo. Ou sejam manifestações de cunho religioso e que sejam criada de forma empírica como as lendas os mitos. Em outros textos achei algo falando que Folclore seria a mesma coisa de Cultura Popular Pois seus conceitos são muito parecidos que acabam se misturando.

Eu aposto como a resposta não esta tão convincente né? Pois é nem pra mim! Mas é isso, foi o que consegui ate agora por isso que a Cia Folclórica seria também a fonte de pesquisa para quem como Eu também quer se aprofundar nesse assunto, e principalmente em cultura piauiense já que ela é tão rica e tão pouco trabalhada, se alguém se interessar em me ajudar nesses estudos deixa o MSN ou deixa um recadinho que respondo com toda certeza, abraços

2 de julho de 2009

Cia Folclórica


A vezes quando ficamos na duvida de perguntar uma coisa com medo de uma resposta, de duas uma: Sim ou Não. No meu caso hoje foi o NÃO tenho um projeto de uma Cia Folclórica já ta com uns três anos ou mais já coloquei o pé na parede e decidi que esse ano sai do papel não se com a estrutura que eu quero mas que pelo menos agente comece e que aquela sementinha q já plantamos a 3 anos comece a nos dar frutos.

Dançávamos: Eu, Kelly, Ismaias, Rita, Bruno, Leo, e outros (que não vale a pena recordar o nome) na mesma quadrilha mas parecia que já tava pequeno demais para nós então resolvemos sair em busca de outras coisa em busca de uma coisa nossa(só nossa) depois Letícia acabou também aderindo a idéia e outras pessoas que pesar de apoiarem o projeto não abdicaram de estar dançado em outros grupos então formamos a “Associação Folclórica Junina Balão dourado” para criarmos a “Quadrilha Balão Dourado”.

Agora você Leitor pergunta por que o nome “Balão Dourado” pois bem explicarei logo antes que eu dê continuidade a historia. Um dia de agosto qualquer já pensando no “novo grupo” que ainda estava sem nome estava eu lá fazendo os figurinos pra apresentar o projeto de tema para a diretoria da antiga quadrilha, tava tocando um ritmo que nem lembro qual é só sei que no meio dessas musicas tocou a “Balão dourado” puts chega ascendeu aquela luzinha encima da minha cabeça (rsrsrsrsrsr) depois falei da proposta do nome para os meninos e todos gostaram só não a Arithana que fez alusão a balão Mágico.

Continuando... E durante esses três anos que o projeto vem sendo planejado, reestruturado, discutido e modificado o nome deixou de ser “Associação Folclórica Junina balão Dourado” mas ASSOCIAÇÃO?! Pois é como estávamos querendo fazer um grupo Jovem que fosse a junção de vários outros grupos ai virou a “Companhia Folclórica Junina Balão Dourado” por causa desse Junino ali no meio que resumia ao período junino a Cia ai foi modificada para “Companhia folclórica Balão Dourado”, ai depois veio o questionamento se não vamos trabalhar só coisas juninas porque se chamaria BALÃO ai mais uma alteração e mudamos totalmente o nome para “Companhia Folclórica Miridan” e vai continuar assim.

Nome de uma lenda indígena piauiense “A Lenda de MIRIDAN” Hoje mais uma vez to lutando ai correndo atrás de patrocínio para por em pratica o que vai ser a melhor quadrilha Junina de Teresina e do PIAUI, sei que não vai ser uma missão fácil mais to ai pra lutar e corre atraz desse sonho, o nosso SONHO EM UMA NOITE DE SÃO JOÃO.

30 de junho de 2009

Meu avós


Esses dias meu avô ta aqui em casa por problemas de saúde chegou sábado a noite, mas essa postagem não é para falar da saúde dele mas do sentimento dele e da Mainha(minha avó).

Já são mais de 50 anos vivendo juntos na saúde na doença na felicidade e na tristeza são 10 filhos(uma morreu quando criança) netos que nem vou contar e se não me engana 6 bisnetos, muita gente nessa família não é mesmo, essa galera toda é fruto do casamento de Raimundo Leonardo Oliveira e Rita Rocha.

Que diria que aquela mocinha pequena com feições indígenas casaria com aquele rapaz alvo, e magro que era seu vizinho de frente, mas como ele mesmo diz “mulher tem que ser baixinha pra esconder debaixo da asa”, quando era novo era muito raparigueiro mas Mainha sempre falava que essas mulheres da rua eram só mulheres da rua e assim criarão seus filhos ele vaqueiro e ela costureira.

Atualmente como falei no começo esta meio adoentado e ela sempre com ele não o deixa só um minuto e ele também não a deixa longe, na hora que ela sai de perto dele ele já esta chamando “Rita minha veia cadê tu?” sempre com seu ar cômico e alegre que ele tem, as vezes tenho quase certeza que eles dois são como se focem uma só pessoa e por causa da idade que ja esta avançada não iam saber viver mais um sem o outro.

Então essa postagem é só pra homenagear meus avós Rita Rocha e Raimundo Leonardo ao qual herdei o nome “Leonardo” e que me orgulho muito disso. Um exemplo de vida de amor e de felicidade.

Um abraço a vocês leitores do meu blog

Parabenssss


Hoje é niver dessa mulher, guerreira, superprotetora, uma mãezona mesmo que eu amo demais e sempre me da força em (quase) tudo.
Só posso desejar muita felicidade, muita saúde muita paz e muito amor e dizer que eu te amo de montãooooo!!!!
beijos

19 de junho de 2009

Como medimos nossa vida?


Revista Época - 20/04/2009


...Como medimos nossa vida?

Mas será que temos de não viver para viver? Ou melhor: qual é a medida da vida?Há pouco tempo, revi o filme sobre a trajetória do Cazuza  Cazuza, o tempo não pára (2004.) Herói dos anos 80, Cazuza contraria todos os valores de uma vida plena de saúde física. Nada mais distante de Cazuza do que essa cidadania cheia de proibições. Aquele que talvez tenha sido, como disse Caetano Veloso, o maior poeta de sua geração, morreu jovem, de Aids, ao fim de uma vida de muito sexo, álcool, drogas, amores e poesia. Mas não foi essa morte precoce que me impactou. E sim a intensidade de sua vida. É a vida de Cazuza  e não a morte  que evoca perguntas e inquietação.Fiquei pensando sobre o que esse anti-herói teria a nos dizer nesses tempos obstinados pela saúde. Percebi que, com sua vida intensamente vivida, Cazuza questiona um valor que nos é muito caro: a duração da vida. Não é por acaso que diante de uma doença sem chances de cura as pessoas tentam esticar a vida a qualquer preço, submetendo-se a todo tipo de tratamento invasivo, doloroso e alienante. Submetem-se à imagem clássica do doente furado por agulhas, amarrado a tubos, privado de sua própria morte, por consequência privado de sua vida na última cena.Esse é só o desfecho, na morte, de um valor que regeu a vida inteira daquela pessoa. Esticamos o comprimento da vida pela vida toda  e não apenas na doença. Não é essa a questão do momento? Proibir o fumo não é um pouco isso? Eliminar as gorduras trans não é um pouco isso? Evitar qualquer excesso não é um pouco isso?Diante de nossa vida longa, Cazuza nos confronta com sua vida breve. O que Cazuza faz, ao nos confrontar com sua poesia contundente também na literalidade dos dias vividos, é propor um outro valor para medir a vida: não mais o comprimento da vida, mas a largura. Quando assisto ao filme de sua vida, o que vejo não é uma vida desperdiçada, mas uma vida sem um segundo desperdiçado.Cazuza aponta seu dedo atrevido para a nossa vida condenada não pela doença, mas pela saúde. Para a nossa vida que não bebe, não fuma, corre quilômetros numa esteira sem chegar a lugar algum, não come feijoada nem churrasco por causa do colesterol, dorme pouco e trabalha a maior parte do tempo em que está acordado para poder comprar todos aqueles artigos de consumo que supostamente vão tapar o buraco existencial deixado por essa vida sem vida.A vida que nossa sociedade propõe como um valor é uma vida com saúde. E com uma compreensão do que é saúde determinada por contingências históricas  e mercadológicas. Mas pagamos caro por essa vida que nos prometem longa. Talvez seja uma longa vida sem vida mesmo antes da doença e da morte. E aí, sim, diante da doença e da morte é preciso, de novo, espichar a vida a qualquer preço porque não fomos capazes de alargar a vida quando tínhamos saúde.E com isso não estou defendendo que tenhamos todos de nos matar de overdose numa grande orgia sexual. Muito menos fumar até aparecer um câncer no pulmão. O conceito de intensidade só pode ser dado por cada um de nós. Como vivemos nossa vida  ou nossa morte  é livre arbítrio. Apenas, talvez, podemos parar para pensar com qual medida queremos viver a nossa vida desde já. O comprimento ou a largura?

ELIANE BRUM

ebrum@edglobo.com.br

Repórter especial de ÉPOCA, integra a equipe da revista desde 2000. Ganhou mais de 40 prêmios nacionais e internacionais de Jornalismo. É autora de A Vida Que Ninguém Vê (Arquipélago Editorial, Prêmio Jabuti 2007) e O Olho da Rua (Globo)

FONTE:ViVa Cazuza

18 de junho de 2009

Poderia?!

Poderia ter sido um melhor filho
Poderia ter sido o melhor da sala
Poderia ter me esforçado mais um pouco
Poderia ter me destacado mais
Poderia ter sido o melhor amigo
Poderia ter sido um melhor namorado
Poderia ser mais amavel
Poderia ser mais simpatico
Poderia ser mais estudioso
Poderia ter...
Poderia ser...
Sempre esse poderia

È engraçado quando colocamos na “ponta do lápis” o que poderíamos ter sido melhores a lista é muito extensa e o que fizemos para que ela diminuísse? Nada, sempre deixamos tudo para a próxima vez, pro próximo ano, pro próximo período e só num deixamos para a próxima vida porque ninguém tem certeza se ela existe mesmo.

Mais depois que vemos que não da mais tempo de ajeitar, consertar o que negligenciamos ai é a hora de pensar “Poderia ter feito” às vezes da tempo de ajeitar mais e quando não da tempo fazer o que??? Pois é nem eu sei!

Eu poderia ate escrever mais ou fazer uma conclusão mirabolante ou com uma apelação psicológica que fizesse você leitor ficar se perguntando se você também faz isso e porque faz isso. Mais como eu disse PODERIA mas deixo pra fazer isso depois...

17 de junho de 2009

Estudar para que se qualquer um pode fazer?!

Materia que peguei no Site "O Globo" Puts to indignadissimo, pow como pode agente se esforça estuda pra caralho passa 4 anos ou mais numa academia sendo que qualquer um que escreva bem ou que fale bem pode ser chamado de jornalista isso é fod... leiam o texto e entendam minha indignação!!!

STF derruba a obrigatoriedade do diploma de jornalista


BRASÍLIA - O Supremo Tribunal Federal (STF) derrubou nesta quarta-feira a obrigatoriedade do diploma de jornalista para o exercício da profissão. O relator da matéria, Gilmar Mendes, e os ministros Carmén Lúcia, Ricardo Lewandowski, Eros Grau, Carlos Ayres Britto, Cezar Peluzo, Ellen Gracie e Celso de Mello votaram pelo fim da exigência do certificado. Apenas Marco Aurélio Melo votou pela obrigatoriedade.


Em seu voto, Gilmar citou uma série de escritores que exerceram a profissão sem terem diploma e, citando o julgamento que revogou a Lei de Imprensa, disse que o melhor caminho para os veículos de comunicação é a autorregulamentação.



- O ponto crucial é que o jornalismo é diferenciado pelo seu pleno exercício da liberdade de expressão e os jornalistas se dedicam ao exercício pleno da liberdade de expressão - disse o presidente do STF.


Desde novembro de 2006, uma liminar do STF garante o exercício da atividade jornalística aos que já atuavam na profissão independentemente de registro no Ministério do Trabalho ou de diploma de curso superior na área.


Relator da proposta que derrubou a Lei de Imprensa, Ayres Britto, ao acompanhar o voto de Gilmar Mendes, disse que o diploma não garante salvaguardas à sociedade.


- A salvaguarda das salvaguardas, o anteparo dos anteparos é não restringir nada. O que pode ocorrer é o seguinte: ou a lei não pode fazer da atividade uma profissão ou pode. Se puder, quem for se profissionalizar como jornalista, frequentando uma universidade, pode e é livre (para isso). Mas estes profissionais não açambarcam o jornalismo, atividade que se disponibiliza sempre para os vocacionados, os que tem pendor individual para a escrita, a informação, os que tem o olho clínico.


Único a defender o diploma, Marco Aurélio Mello disse que é necessária uma formação básica para o exercício da atividade.


- Ele deve contar de um grau de nível superior com técnica para entrevistar, se reportar, editar o que deva estampar num veículo de comunicação. A existência da norma a exigir nível superior implica uma salvaguarda, uma segurança jurídica maior quanto ao que é versado e é versado com uma repercussão ímpar.


No início do julgamento, divergência sobre a proposta


No início do julgamento, falaram os representantes do Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão no estado de São Paulo (Sertesp), da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e da Advocacia-Geral da União (AGU), além do procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza. As exposições orais explicitaram as divergências entre patronato e profissionais da imprensa, bem como entre a União e o MPF.


A advogada do Sertersp, Taís Borja, afirmou que o exercício do jornalismo é "uma profissão desprovida de qualificação técnica específica". Ela acrescentou que o jornalismo exige apenas o domínio da linguagem, de procedimentos editoriais e de vastos conhecimentos humanos, que não são necessariamente adquiridos em um banco de faculdade. Ela lembrou ainda que países como Estados Unidos, Alemanha e França não consideram o diploma obrigatório.


O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, argumentou que a exigência do diploma se configura em obstáculo à livre expressão garantida pela Constituição Federal .


- Não fazemos apologia contra atividade educacional regular, mas não podemos fechar os olhos à capacidade de as pessoas se qualificarem para essa atividade, que exige conhecimento multidisciplinar - ressaltou Souza.


Em nome da Fenaj, o advogado João Roberto Egídio assinalou que o diploma contestado na ação não impede ninguém de escrever em jornal, pois já é admitido nos jornais o trabalho de colaboradores sem formação específica em jornalismo.


- A exigência do diploma é para se exercer em período integral a atividade de jornalista - ressalvou Egídio. - Não me venham falar em vocações perdidas, porque a figura do colaborador está aí - acrescentou.


A Advocacia-Geral da União também se manifestou, por meio da advogada Grace Maria. Segundo ela, a existência legal das figuras do colaborador e do provisionado, que trabalha em locais onde não há jornalistas formados ou escolas de jornalismo, já é suficiente para garantir que talentos de outras áreas sejam aproveitados pelos veículos ou exerçam atividade jornalística por conta própria.


Em abril, o Supremo revogou a Lei de Imprensa , uma legislação da época da ditadura militar. No entendimento da maioria dos ministros durante o julgamento, a lei era incompatível com os princípios fundamentais definidos pela Constituição Federal de 1988. Sete ministros votaram pelo fim da lei, enquanto três defenderam a revogação parcial com a manutenção de alguns artigos.



fonte:O Globo

"Primos"

Dizem que são primos, um elefante e um macaco, por que não?!
O que vale é o sentimos não oque os outros falam!
"O Trombinha e o Pintão"

7 de junho de 2009

Na Piscina

video

Saida perfeita

Ontem o msn salvou a noite de muita gente.


Comecei a chamar alguns amigos pra dar uma saida só pra ir comer sushi e caminar no shoping converçar e tal, o mais engraçado que quaze nenhum deles(as) se conheciam eu era o ponto em comum entre todos, a historia começou no msn e pior que deu certo juntei todos na mesma converça como a Bell falou num "bate papo" e marcamos no shoping.





Não vo me prolongar muito na converça porque enfim melhor não contar os detalhes só poss dizer uma coisa foi MARAAAAAAAAA, naum há nada como reunir os amigos pra converçar e ver o tempo passar e sorrir muitooooo e quem eu chamei e nã foi perdeu...

Amigossss amo vocês






So pra constar quem foi: Eu, Caio, Bell, Janayna, Samuel, Thiago que chegou depois e o leo que se juntou a "mesa" la nos kiosks.

4 de junho de 2009

Uma fotinha

Dizem que quando uma coisa é feita com carinho ela fica bem feita né, então acho que a pessoa que fez a foto fez com muito carinho pq ficou linda!!!

brigado amor a foto ta linda.

1 de junho de 2009

Rapidinha de hoje

Hoje realmente foi meu 1° dia na SEMJUV era ate engraçado quando as pessoas vinham e me perguntavam “você é do conselho” e Eu todo sem jeito “não, sou da SEMJUV mesmo” (rsrsrsrs) mais foi bom um dia bem puxado para mim que já tava meio desacostumado a trabalhar tive que acompanhar o dia inteiro de treinamento com as pessoas que fazem parte do conselho, tive também o “primeiro” trabalho de assessoria(fazer fotos e depois passar o release pros meios de comunicação) e por conta dessas tarefas acabei nem indo pra faculdade. Agora já é noite já já to indo deitar amanhã tem o dia todo lá na secretaria, e mais uma vez não sei se vou pra faculdade, sei que lá(facul) me da muita notoriedade mais infelizmente não me da o retorno ($$) que preciso no momento e na Secretaria sim alem de ser um ambiente legal me identifico com assessoria, mas não sei se o mesmo tanto que me identifico com TV.
Então fica assim depois eu posto falando mais novidades pra vocês!!!

abraçossss

29 de maio de 2009

Boa Vida

Cazuza
Composição: Cazuza / Roberto Frejat
Eu nunca mais quero outra vida

É, eu ando um bocado mudado

Eu nunca mais quero outra vida, eu não

Olha só como eu tô bem tratadoÉ que os tempos mudaram

E agora eu ando muito bem acompanhado(É, eu ando, sim)

Eu nunca mais quero outra vida

Jogado na rua feito um vira-lata

O amor um dia chega, irmão

Mesmo pr’um cara pirado

Que só sabe ficar bebendo pinga

Cantando rock, contando vantagem

Agora a gente só vive grudado

Pela rua aos beijos e abraços

Todo mundo repara

E mesmo os meus amigos mais canalhas

Me dão razão quando eu falo

Que eu nunca mais quero outra vida

Me machucar pela pessoa errada

O amor tem cartas já marcadas

E eu nunca tive vocação pra otário

É, os tempos mudaram

E agora eu ando muito bem acompanhado

27 de maio de 2009

Rotulos e titulos

Você é o que? Branco, negro, índio? Eu sou pardo e me orgulho de ter uma mistura bem brasileira, essa intitulação mudou o que na sua vida? Lhe fez uma pessoa diferente? Lhe fez uma pessoa melhor? Não né!!! A não ser que esteja preste a fazer vestibular e se encaixe na historia das cotas, para mim essa intitulação não vale nada ou qualquer outra que venha a designar para você mesmo ou para os outros.

Nós que vivemos em uma cidade na qual a maior parte do tempo é quente, que sofre com alagamento no período das chuvas e aprendemos a conviver com a pobreza, com os mendigos, como se fosse tão normal e ficar se preocupando com a vida sexual dos outros falando ou questionando coisas que são pessoais, acho que as pessoas ganhariam mais se se preocupassem com o próximo, mas na hora de ajudar, de dar a mão em algum momento que eles precisarem. Não to querendo dar uma de idealista, só mostrar que tem mais coisas a se preocupar do que ficar querendo saber com quem as pessoas dormem.

Essa semana fui questionado varias vezes sobre minha sexualidade, que deixei transparecer em algumas postagem que sou gay, mas a resposta é simples e fácil, sou uma pessoa que ama outras pessoas independente de sexo, pois já quebrei muito a minha cabeça querendo saber o que eu sou e decidi não mais fazê-lo, justamente por isso. Afinal isso não me deixa melhor nem pior que você que esta lendo essa postagem, quem sabe ate me faça melhor, pois uma coisa que não me preocupa é ficar colocando títulos e rótulos nas outras pessoas. Pra mim todo mundo é igual.

Esta semana mamãe veio comentar de um menino que é filho de uma conhecida nossa e ela achou o comportamento dele meio “estranho”, pra não dizer que o achou afeminado. Engraçado, porque em uma cidade que praticamente 70% da população jovem , digamos, é liberta de alguns preceitos ou conceitos dizer que um ou outro é “estranho” é meio complicado, pelo menos pra mim, é!

Não querendo ser ignorante com vocês que leem meu blog, devo até agradecer, porque não sabia que ele era tão lido ate umas certas postagens que coloquei e não vou tirar, acho que tudo faz parte da minha vida e acho que vocês além de lerem o blog deveriam me conhecer melhor, ver que sou uma pessoal legal, que não interessa com quem eu esteja (com Homem ou Mulher), o que tenho pra compartilhar é um grande carinho, em poder abraçar, beijar carinhosamente, sem me preocupar se vão me olhar com cara feia ou não. Então é isso, acho que minha postagem fica por aqui o texto já ta grande demais, tenham um bom dia, abraços!!!

26 de maio de 2009

Bom dia


Hoje é terça feira dia 26, ontem a noite vi o novo dia começar (0 hora) e por incrível que pareça eu acordei cedo ou melhor, bem cedo as 6 e meia, a noite eu tinha combinado com o Herbert de ir caminhar no calçadão do parque ambiental gora de manhãzinha mais ele acabou não indo, cheguei a ir á casa dele e tocar a campainha mais não saiu ninguém então resolvi ir só mesmo.

Quando comecei a caminhada ate liguei pro caio e pro Thiago para eles saberem que eu acordei cedo e fui caminhar, eles não estavam botando fé em mim a tantos dias eu não acordava cedo assim e caminhava é bom agente passa o dia disposto(pelo menos é pra ser) assumo que to com um pouco de sono a gripe me deixou meio fraquinho ainda to com o nariz escorrendo, mas passa.

Hoje ainda tenho que ir ao dentista, a TV e depois assistir aula, tava afim de ir na UP a tempos não vou lá saudade da “Mi” do “Lipe” e dos outros que sempre tão por lá . Resolvi algumas coisas da minha vida (sô de veneta) a 1° coisa foi que exclui o meu Orkut, quero uma vida publica mais já tava publica demais, 2° comecei um regime de engorda todos dizem que to magro apesar de estar no meu peso de sempre.

Pois é to postando hoje sem muito assunto mais tava com vontade de compartilhar essas pequenas coisinhas, abraçãoo ate a próxima postagem!!!

21 de maio de 2009

Pai...



Todo mundo que me conhece sabe que não me dou muito bem com meu pai, e esses dias ta pior agente ta meio q em crise estamos com alguns problemas, mesmo que eu trabalhe tanto ele parece que não vê isso... ontem tentamos conversar mais na verdade ele começou a brigar e eu fui simples nas minhas respostas que não pegaria mais no carro(o principal motivo da briga desta semana) ele falou que eu apostava e eu dei certeza disso.

Hoje ele chegou do trabalho só trocou de roupa e saiu na hora que fui fechar o portão vi o vizinho de frente saindo com seu filho pra fazer caminhada lá no calçadão devo admitir tive “inveja” daquele momento afinal minha infância não me recordo de nada parecido e muito menos na minha adolescência, queria ter tido um pai mais participativo um Pai que jogasse bola comigo, fizesse pipa pra mim empinar na rua com os outros garotos e coisas desse tipo que acho que pais devem fazer.
Mais sei que alguns momentos ele teve orgulho de mim como no dia que passei no vestibular que ele chorou(isso vo me lembrar pra sempre) quando fiz cristo na paixão de Cristo (que segundo mamãe ele tambem chorou demais) acho que essas foram as duas unicas vezes que lembro, pelomenos agora, que eu sei que ele teve orgulho mas acho que não basta ter so orgulho mais queria que tivece mais sentimento um abraço mais amigo um voto a mais de confiança uma palavra doce que seja pelomenos uma...

Por coincidência essa semana estávamos falando de ser pai(Eu e Bell) mais vejo que ser pai não é só querer também não é só ter dinheiro pra sustentar, pra não virar só um “caixa eletrônico” ou virar a “mesada no fim do mês”, tem que ter tempo para dar carinho para segurar a bicicleta pra ensinar ele a nadar, brigar com ele de bola no fim de semana coisas assim.

Já prometi a mim mesmo que num vou ser um Pai como o meu foi serei mais participativo farei com que meu filho sinta orgulho do pai que ele tem e que alem de filho seja meu amigo para quem sabe me contar segredinho dos primeiros namoros e das coisas que nunca falei para meu Pai, assim eu espero!